Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Bolsa sobe 0,92% com commodities e expectativa de aprovação de PEC; dólar cai

Loading...

ECONOMIA

Bolsa sobe 0,92% com commodities e expectativa de aprovação de PEC; dólar cai

- Atualizado em 10/10/2016 18:25

EULINA OLIVEIRA

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A forte alta do petróleo e do minério de ferro no mercado internacional impulsionou as Bolsas mundiais nesta segunda-feira (10). A sessão, no entanto, foi marcada pela menor liquidez, com o feriado do Dia de Colombo nos EUA, que deixou o mercado de títulos americanos fechado.

No cenário doméstico, contribuiu para o bom humor dos investidores a expectativa de aprovação, pelo plenário da Câmara, da PEC (proposta de emenda constitucional) que limita os gastos públicos ainda nesta segunda-feira.

Puxado principalmente pelas ações da Vale, que subiram mais de 5%, e da Petrobras, que ganharam mais de 3%, o Ibovespa fechou em alta de 0,92%, renovando a pontuação máxima em 25 meses. O dólar recuou para o patamar de R$ 3,20.

Segundo analistas, a aprovação da chamada PEC do Teto já está "precificada" em grande parte pelo mercado, ou seja, a valorização dos ativos já embute essa possibilidade. "O que não está no preço é uma eventual derrota do governo na Câmara", diz Ignacio Crespo, economista da Guide Investimentos.

Depois da saída líquida de quase R$ 2 bilhões em capital externo da Bovespa em setembro, somente nos quatro primeiros dias úteis de outubro houve a entrada de R$ 1,554 bilhão em recursos estrangeiros. A volta dos investidores estrangeiros à Bolsa, dizem analistas, sinaliza o otimismo em relação ao andamento das medidas do ajuste fiscal do governo Temer. No acumulado do ano, o saldo de capital externo na Bolsa está positivo em R$ 14,598 bilhões.

BOLSA

O Ibovespa fechou em alta de 0,92%, aos 61.668,33 pontos, renovando a pontuação máxima em 25 meses. O giro financeiro foi de R$ 6,7 bilhões.

As ações da Vale ganharam 5,98%, a R$ 16,99 (PNA), e 5,83%, a R$ 19,05 (ON), seguindo a alta de 1,41% do minério de ferro na China e o bom desempenho das ações de outras mineradoras no exterior.

Os papéis da Petrobras avançaram 3,07%, a R$ 15,73 (PN), e 3,18%, a R$ 17,49 (ON). Os papéis foram favorecidos pela valorização do petróleo. A possível adesão da Rússia ao acordo da Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) para limitar a produção animou os investidores.

Além disso, o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, afirmou nesta segunda-feira esperar que um acordo seja fechado na reunião de ministros de energia marcada para esta quarta-feira (12), e que a Venezuela está pronta para participar de qualquer aliança de produtores.

O petróleo Brent, negociado em Londres, subiu 2,3%, para US$ 53,14 o barril, no maior nível desde o final de agosto de 2015; o petróleo tipo WTI, negociado em Nova York, ganhou 3,1%, para US$ 51,35, na maior cotação desde julho do ano passado.

No setor financeiro, Itaú Unibanco PN ganhou 0,13%; Bradesco PN, -0,03%; Bradesco ON, +0,57%; Banco do Brasil ON, +0,67%; Santander unit, -0,30%; e BM&FBovespa ON, +0,61%.

As ações preferenciais da Telefônica Vivo lideraram as quedas do Ibovespa, com -6,91%, a R$ 43,79. O presidente da Vivo, o israelense Amos Genish, deixará o comando da operadora e será substituído por Eduardo Navarro.

CÂMBIO E JUROS

O dólar comercial fechou em baixa de 0,43%, a R$ 3,2030. A moeda americana à vista recuou 0,34%, a R$ 3,2132. No exterior, a moeda teve comportamento misto.

Pela manhã, como tem ocorrido nos últimos dias, o Banco Central leiloou 5 mil contratos de swap cambial reverso, equivalentes à compra futura de dólares, no montante de US$ 250 milhões.

No mercado de juros futuros, em um movimento de ajuste após as recentes quedas, o contrato de DI para janeiro de 2017 subiu de 13,660% para 13,676%, e o contrato de DI para janeiro de 2018 avançou de 11,960% para 12,000%. O contrato de DI para janeiro de 2021, porém, caiu de 11,250% para 11,220%.

As apostas de corte da taxa básica de juros (Selic) na reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) do BC da semana que vem se mantêm, com base nas perspectivas de desaceleração da inflação. A alta do IPCA, o índice oficial de inflação, ao final de 2016 passou a ser projetada por economistas em 7,04% na pesquisa Focus do Banco Central, contra 7,23% no levantamento anterior.

O CDS (credit default swap) brasileiro de cinco anos, espécie de seguro contra calote e indicador de percepção de risco, ganhou 0,03%, aos 270,997 pontos.

EXTERIOR

Em Nova York, o índice S&P 500 fechou com ganho de 0,46%; o Dow Jones, +0,49%; e o Nasdaq, +0,69%.

Além da alta do petróleo, os investidores reagiram ao debate entre os candidatos à Casa Branca Donald Trump e Hillary Clinton, na noite deste domingo (9). Segundo pesquisa da CNN, a democrata Hillary venceu o debate. Para o mercado, o republicano Trump é uma incógnita, além de ser considerado radical e protecionista.

Entre as moedas, o peso mexicano subiu mais de 2% frente ao dólar, refletindo o cenário político americano.

Na Europa, a Bolsa de Londres fechou em alta de 0,75%; Paris, +1,06%; Frankfurt, +1,27%; Madri, +0,90%; e Milão, +1,38%.

Na Ásia, as Bolsas chinesas subiram mais de 1%, na volta do feriado de uma semana. Já o índice Nikkei da Bolsa de Tóquio não operou, por causa de um feriado local.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 08/12

ÂNGELO RODRIGUES, 70 anos

CALIFÓRNIA
ENACIR MARIA CARDOSO, 53 anos

JANDAIA DO SUL 08/12

MARIA DO ROSARIO DE SOUZA BORGES, 50 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1883 · 07/12/2016

16 27 28 47 59 60