Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Ministério tem 30 dias para avaliar possível fim de acordo marítimo com Chile

Loading...

ECONOMIA

Ministério tem 30 dias para avaliar possível fim de acordo marítimo com Chile

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Ministério dos Transportes terá cerca de 30 dias para analisar a possibilidade de o Brasil denunciar o acordo marítimo com o Chile. Após a pasta apresentar seus estudos, caso a Camex (Câmara de Comércio Exterior) continue favorável à denúncia, a saída efetiva do Brasil do tratado bilateral ainda demoraria cerca de quatro meses, segundo o Itamaraty. As informações são da Agência Brasil.

A proposta de denúncia do acordo foi apresentada nesta quarta (28), durante a primeira reunião da Camex no Palácio do Planalto após o presidente da República, Michel Temer, passar a presidir a câmara.

Segundo o ministro das Relações Exteriores, José Serra, entre os demais ministérios houve consenso de que o Brasil deve deixar o tratado. “O Ministério dos Transportes pediu um tempo para poder estudar, uma vez que afeta a área deles. Vamos ver o que os Transportes vão apresentar, mas a posição já está firmada entre os demais integrantes da Camex”, declarou Serra.

Firmado em 1974, o acordo marítimo com o Chile foi renovado por quatro anos em 2015. Isso significa que, sem a iniciativa de denúncia do Brasil, o acordo fica em vigor pelo menos até 2020. O acordo prevê que só navios com bandeiras brasileira e chilena podem transportar carga entre os países.

O tratado é remanescente de uma época em que houve uma série de acordos semelhantes, com o objetivo de incentivar a indústria de transporte marítimo. Atualmente, no entanto, setores da indústria e agronegócio defendem a extinção do acordo sob a alegação de que encarece o frete.

Para os empresários, hoje o acordo beneficia apenas duas empresas: a chilena Hamburg Süd e a brasileira Hapag Lloyd, ambas subsidiárias de grandes grupos da Alemanha. A questão voltará a ser debatida na próxima reunião da Camex.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 27/02

MARCELO BUCCI, 50 ANOS

SÃO JOÃO DO IVAÍ
NAIR L. SANTOS, 72 ANOS

CAMBIRA 27/02

ALAIDE ALVES DE JESUS, 78 ANOS

KALORÉ
CLAUDINEI GOMES, 42 ANOS

MEGA SENA

CONCURSO 1907 · 25/02/2017

03 25 35 38 44 48