Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Governo discute com estrangeiros venda de ativos da espanhola Abengoa

Loading...

ECONOMIA

Governo discute com estrangeiros venda de ativos da espanhola Abengoa

MACHADO DA COSTA
BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Em busca de uma saída para as concessões que estão nas mãos da Abengoa, o governo discute com dois possíveis compradores o futuro dos ativos da companhia espanhola, cuja matriz entrou com um pedido de recuperação judicial no final de 2015.
Segundo o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, os dois proponentes são estrangeiros. "Existem duas propostas, uma por todas as concessões e outra por parte delas", afirmou Braga.
A segunda proposta citada pelo ministro seria apenas pelos empreendimentos já concluídos e por algumas concessões que já obtiveram as licenças de instalação.
Já a primeira, pegaria todas as concessões, inclusive aquelas que não estão com as licenças emitidas e que, provavelmente, atrasarão.
Para o governo, há o risco de que alguns projetos não consigam ficar de pé devido à pequena margem de lucratividade presente em alguns deles.
"O que queremos é que a proposta seja viável do ponto de vista financeiro", disse Braga.
Para viabilizar a venda de, ao menos, 12 das 16 concessões que a Abengoa tem no Brasil, o governo não descarta a hipótese de retomar as concessões e relicitá-las em um novo leilão, provavelmente oferecendo um retorno maior aos investidores.
RECUPERAÇÃO JUDICIAL
Em dezembro de 2015, a Abengoa entrou com um pedido de recuperação judicial na Espanha devido ao alto endividamento da matriz.
Desde então, paralisou as obras no Brasil e demitiu a maior parte dos trabalhadores que estavam envolvidos na construção dos empreendimentos.
No país, além das concessões de linhas de transmissão, a companhia também detém duas plantas de cogeração de energia -quando se produz dois tipos de energia, uma parte elétrica e outra térmica, utilizadas no aquecimento ou resfriamento de edifícios- e um hospital em Manaus (AM).
Desde então a companhia tenta vender os ativos para evitar a retomada por parte do governo sob o argumento de descumprimento de contrato.
No final de janeiro, a espanhola entrou com pedido de recuperação judicial no Brasil e em outros países da América, como as plantas de geração de energia a partir de fontes renováveis nos Estados Unidos.
No país, devido à legislação que rege as Sociedades de Propósito Específico (SPE), as concessões da Abengoa não ficam travadas durante o processo de recuperação judicial, apenas as receitas transferidas para a holding detentora das cotas dessa SPE.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 24/02

MARIA DE OLIVEIRA MARICATO, 74 anos
CACILDA LEITE DE SOUZA, 82 anos

IVAIPORÃ 23/02

MARIA JOSÉ PEREIRA, 90 ANOS
MARTA MARIA DA SILVA OLIVEIRA, idade não divulgada
SEBASTIANA RECHE RIBEIRO, 87 ANOS

MEGA SENA

CONCURSO 1906 · 23/02/2017

06 27 33 39 40 60