Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Pressão da Argentina deteriora negociações, dizem abutres

Loading...

ECONOMIA

Pressão da Argentina deteriora negociações, dizem abutres

THAIS BILENKY
NOVA YORK, EUA (FOLHAPRESS) - Em duro documento endereçado à Justiça americana, cinco dos chamados fundos abutres acusam a Argentina de ter deteriorado as negociações ao pressionarem uma resolução com uma "proposta do tipo 'pegar ou largar'".
"Enquanto a Argentina alega que essa moção [na Justiça] vai trazer avanços às discussões, irá, na verdade, provocar o exato oposto efeito. De fato, já deteriorou as negociações", afirmam os fundos que não concordaram com a proposta do governo Mauricio Macri de pagamento de US$ 6,5 bilhões do total de US$ 9 bilhões da dívida argentina.
São eles: NML, Aurelius, Blue Angel, Olifant e FFI, além do investidor Pablo Alberto Varela.
Após obter a a concordância dos fundos Montreaux Partners e Dart Management, o governo argentino pediu que a Justiça americana cobrasse uma explicação dos demais, o que foi feito no documento desta quinta-feira (18).
As partes se reuniriam ao longo do dia no escritório em Nova York de Daniel Pollack, mediador extrajudicial destacado pelo juiz Thomas Griesa.
Para que entre em vigor, a proposta da Argentina deverá ser aprovada pelo Congresso do país e precedida de suspensão de liminar americana que obriga a Argentina a pagar o bônus da dívida nacional de 2002, então no valor de US$ 1,3 bilhão.
A decisão não foi acatada e, em 2014, em nova moratória, a Argentina foi excluída do mercado internacional de crédito.
"Apesar de o novo governo da Argentina oferecer termos de reestruturação [do pagamento da dívida] menos confiscatórios que os do governo anterior [de Cristina Kirchner], a atual solicitação para a retirada das injunções ignora obrigações contratuais da mesma forma. Isso já basta para que a solicitação da Argentina seja rejeitada", argumentam os fundos abutres.
"A premissa do pedido da Argentina, de que houve substancial progresso, é simplesmente incorreta. Para 86% dos litigantes, suas reivindicações permanecem sem resolução, e um diálogo importante precisa ser desenvolvido."
Os fundos afirmam que estão comprometidos com o alcance de um acordo, mas as "negociações começaram apenas neste mês e estão em curso. Dificilmente surpreenderia que as partes não tenham alcançado ainda uma resolução para uma transação de multibilionária em 18 dias."

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

ARAPONGAS 01/12

ALZIRA GUERINO, 88 anos
MARCOS ANTÔNIO PEGORER, 52 anos
ARMANDO TOALIARI, 79 anos

APUCARANA 01/12

JESUÍNO JOSE RIBEIRO, 84 anos
CLEMENTE LEITE DA SILVA, 77 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1881 · 30/11/2016

03 10 30 44 53 56