Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Bolsa fecha em leve alta guiada por ganhos da Petrobras

Loading...

ECONOMIA

Bolsa fecha em leve alta guiada por ganhos da Petrobras

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Bolsa brasileira fechou esta quinta-feira (28) em leve alta, puxada pela valorização dos papéis da Petrobras. A sessão, contudo, foi marcada pela volatilidade. O Ibovespa, principal índice acionário, ganhou 0,66% e encerrou a 38,630 pontos, segundo dia consecutivo de valorização.
A Petrobras acompanhou a movimentação no mercado internacional de petróleo, mas também refletiu notícias divulgadas pela companhia. A ação preferencial (mais negociada) avançou 0,65%, para R$ 4,60 --pela manhã, chegou a subir mais de 12%, a R$ 5,13. Os papéis ordinários (com direito a voto) recuaram 0,30%, a R$ 6,52.
Na manhã desta quinta (28), o presidente da estatal, Aldemir Bendine, afirmou que a produção de petróleo no pré-sal permanece viável, mesmo com o petróleo por volta dos US$ 30 por barril.
"O pré-sal é extremamente competitivo", afirmou em entrevista coletiva na qual detalhou o processo de reestruturação da companhia, com o qual a estatal espera economizar R$ 1,8 bilhão por ano.
Bendine afirmou ainda que a companhia vai se ajustar ao novo preço do petróleo. "Vamos preparar a companhia para o [petróleo] Brent de US$ 30, de US$ 20 (por barril), não importa. Queremos uma companhia leve e eficiente, com boa estrutura de custos e disciplina de capital."
Na revisão do plano de negócios divulgada neste começo de ano, a companhia previa preço do Brent (referência mundial para o combustível) a US$ 45 o barril.
Nesta quinta (28), o Brent subiu 2,57%, a US$ 33,95, na terceira sessão consecutiva de valorização. Durante o pregão, chegou a casa dos US$ 35, mas cedeu. O WTI (referência para o mercado americano) avançou 2,91%, para US$ 33,24.
Ainda no Ibovespa, os papéis da JBS voltaram a subir após dois pregões de desvalorização. A companhia foi afetada pela denúncia contra executivos da holding J&F, que controla a JBS. O papel avançou 9,04%, para R$ 9,17.
As bolsas americanas registram valorização, enquanto os principais índices acionários europeus registraram perdas.
DÓLAR
A moeda norte-americana teve sessão volátil nesta quinta e fechou por volta dos R$ 4,07. A cotação foi influenciada pelo petróleo e pela perspectiva de que o Fed (Federal Reserve, banco central americano) não deve alterar as taxas de juros americanas tão cedo.
O dólar à vista avançou 0,12%, para R$ 4,0742, enquanto o dólar comercial cedeu 0,14%, para R$ 4,079.
Na quarta-feira, após o fechamento do mercado de câmbio, o banco central dos Estados Unidos decidiu manter a taxa básica de juros da economia em 0,25% a 0,50%, após a primeira elevação em quase uma década, na reunião de dezembro de 2015. Juros baixos nos Estados Unidos estimulam investidores a migrarem para mercados emergentes, mais arriscados, mas que oferecem rentabilidade superior.
JUROS
Aqui, a divulgação da ata da reunião do Copom (Comitê de Política Monetária) que decidiu pela manutenção da Selic em 14,25% levou a uma queda nos contratos de juros futuros.
No documento, diretores que votaram pela manutenção dos juros dizem que a elevação das incertezas domésticas e, principalmente, externas, sobretudo mais recentemente, justifica continuar monitorando a evolução do cenário econômico "para, então, definir os próximos passos na sua estratégia de política monetária".
O contrato DI para janeiro de 2017 recuou de 14,700% para 14,450%. O de janeiro de 2021 cedeu de 16,440% para 16,190%.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

ARAPONGAS 06/12

VICTOR FUGANTI, 94 ANOS

ANTÔNIO JACOMETO, 81 ANOS

GUILHERME GONÇALVES SOARES, 17 ANOS

APUCARANA 05/12

APUCARANA YOSHIMATSU NIKI, 99 ANOS
JOSÉ BECEL, 80 ANOS
SULINA ANTÔNIO DA SILVA, 82

MEGA SENA

CONCURSO ·