Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Crise interna é pior para Brasil que choque do petróleo, diz S&P

Loading...

ECONOMIA

Crise interna é pior para Brasil que choque do petróleo, diz S&P

THAIS BILENKY
NOVA YORK, EUA (FOLHAPRESS) - A queda nos preços de commodities e, particularmente, do petróleo afeta a classificação de países exportadores como o Brasil, mas a crise interna é ainda mais grave, diz Joydeep Mukherji, diretor de qualificações soberanas da agência de classificação de risco Standard & Poor's.
"Os dois pontos são negativos e pressionam a classificação do Brasil para baixo, mas está se tornando claro que forças globais têm peso relativamente menor", afirma o analista, em entrevista nesta sexta-feira (22), na sede da agência, em Nova York.
Ele compara a outros países da América Latina ainda mais dependentes da exportação de commodities que o Brasil e também com desvalorizações da moeda, mas em situação menos desconfortável. "Você não vê a mesma dificuldade na decisão de aumentar ou não os juros e os efeitos que isso causa", observou.
Na quarta-feira (20), o Banco Central surpreendeu o mercado ao manter a taxa básica de juros em 14,25% ao ano.
Em setembro passado, a S&P rebaixou o Brasil a grau especulativo e mantém perspectiva negativa, o que significa possibilidade de novas quedas.
"Não posso fazer previsões, mas se as pessoas que tomam decisões em Brasília ficarem mais coesas e tomarem decisões difíceis, será mais fácil [a recuperação], mas a política interfere no processo e o torna mais difícil", apontou.
PETROBRAS
Mukherji afirmou que a manutenção de preços administrados por anos prejudicou a Petrobras. "É uma política econômica do governo que serve a outros objetivos que não arrecadar dinheiro e investir."
A Operação Lava Jato "tem um impacto profundo", mas, mesmo que não houvesse investigação sobre escândalos de corrupção na companhia, ainda assim haveria "muitos problemas" no país, disse.
O analista causou risos entre jornalistas estrangeiros ao citar o ex-ministro Pedro Malan, que afirmou que "no Brasil, até o passado é incerto".
"Você acha que sabia o que aconteceu cinco anos atrás e, de repente, ai meu Deus, você descobre que não", afirmou. "Os brasileiros estão mais acostumados a lidar com com incertezas do que qualquer outro povo."

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 05/12

APUCARANA YOSHIMATSU NIKI, 99 ANOS
JOSÉ BECEL, 80 ANOS
SULINA ANTÔNIO DA SILVA, 82

APUCARANA 05/12

YOSHIMATSU NIKI, 99 anos

SULINA ANTONIA DA SILVA, 82 anos

JOSE BECEL, 80 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1882 · 03/12/2016

09 10 19 35 37 41