Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Governo federal pressiona e ANP deve desistir de aumentar royalties

Loading...

ECONOMIA

Governo federal pressiona e ANP deve desistir de aumentar royalties

NICOLA PAMPLONA
RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Após pressão do governo, a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) deve desistir de rever a fórmula de cálculo dos royalties do petróleo, que criaria uma conta bilionária para a Petrobras. A proposta beneficiaria, principalmente, o governo do Rio e municípios fluminenses.
A reportagem apurou que o tema foi discutido em reunião realizada esta semana entre a diretora-geral da agência, Magda Chambriard, e o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga. A avaliação do governo é que a medida prejudica a situação das petroleiras em um momento de crise no setor.
Os royalties são compensações financeiras pagas pelas petroleiras, que variam de acordo com o volume da produção e o preço do petróleo de cada campo. No ano passado, renderam R$ 13,8 bilhões aos cofres da União, Estados e municípios.
A revisão dos preços de referência usados para o cálculo da compensação foi colocada em consulta pública no início deste ano e seria sacramentada após audiência agendada para o dia 10 de março. A ANP argumenta que a fórmula atual, vigente desde 2000, está defasada.
PREÇO DE REFERÊNCIA
A proposta da agência eleva o preço de referência usado para o cálculo dos royalties em 7%, em média, considerando os 20 maiores campos produtores do país -responsáveis por 90% da produção nacional- de acordo com estimativa do Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE).
Isso significa que a Petrobras, principal impactada, pagaria royalties sobre um preço maior, beneficiando principalmente o Estado do Rio. Outras petroleiras com atividade no país também seriam afetadas.
A ANP tem liberdade para regular o tema, mas o governo se posicionou contra a mudança, alegando que representa custo extra às petroleiras em um cenário de petróleo barato. O ministro Braga vem negociando com o Planalto medidas para tentar melhorar a competitividade do setor.
Em busca de alternativas para minimizar a crise financeira, o Estado do Rio é defensor da mudança.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 10/12

IZAURA FERREIRA DE ANDRADE, 70 ANOS

ARAPONGAS
CLÁUDIO SILVA, 88 ANOS

IVAIPORÃ
VALDETE CORDEIRO PEREIRA, recém-nascida
MIRIAM PEREIRA DE LIMA, 70 ANOS
CLÓVIS DE ALCÂNTARA BRASIL, 53 ANOS

APUCARANA 09/12

HELENA CORREA DE ANDRADE, recém-nascida

MEGA SENA

CONCURSO 1884 · 10/12/2016

01 04 23 32 38 59