Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Hopi Hari atrasa pagamento e corta convênio médico, dizem funcionários

Loading...

ECONOMIA

Hopi Hari atrasa pagamento e corta convênio médico, dizem funcionários

EULINA OLIVEIRA
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Hopi Hari, parque de diversões localizado em Vinhedo (SP), atrasou o pagamento de salários no último dia 15, não pagou a segunda parcela do 13º salário e cortou o convênio médico, segundo relatos de funcionários. O parque nega as denúncias.
Segundo uma atendente do parque, que preferiu não se identificar, os funcionários decidiram cruzar os braços nesta quarta-feira (20). O Hopi Hari está fechado ao público, mas reabre a partir de amanhã, até segunda-feira (25). Na terça (26) e quarta-feira (27), volta a fechar para manutenção.
A funcionária afirma que cerca de 15 seguranças do parque foram demitidos na semana passada. Esses funcionários teriam cruzado os braços por uma hora por conta do atraso no 13º salário.
Ela diz também que, no fim da tarde desta quarta-feira, um gerente do parque informou que o convênio médico será normalizado a partir desta quinta-feira, quando também será pago 50% do adiantamento quinzenal. Os outros 50% ainda não têm previsão de pagamento. O gerente teria alegado que a empresa ainda "está levantando recursos" para quitar o pagamento.
A atendente diz que os atrasos de salários são recorrentes. "Trabalho no Hopi Hari há sete meses e só recebi o salário sem atraso no primeiro mês."
Um funcionário da manutenção, que também não se identificou, afirma que há um ano e meio o Hopi Hari não deposita o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). "E aumentaram o preço da refeição comprada pelos funcionários no parque."
Funcionários da manutenção prometem cruzar os braços também nesta quinta-feira.
De acordo com a assessoria de imprensa do Hopi Hari, não houve paralisação de funcionários. "O parque trabalhou normalmente, com o contingente programado para hoje (quarta-feira)".
A empresa diz também que o pagamento quinzenal de salários "está dentro do prazo de pagamento definido pelo acordo coletivo e o convênio médico não foi cortado".
Procurado pela reportagem, o Sindicato dos Empregados e Trabalhadores em Turismo e Hospitalidade de Jundiaí e Região, que representa os funcionários do Hopi Hari, não retornou o pedido de entrevista.
DÍVIDA
No dia 12 de janeiro, o Hopi Hari obteve uma liminar que suspendeu o protesto de uma dívida no valor atualizado de R$ 5,9 milhões. O credor é o empresário Cesar Federmann.
No mesmo dia, o empresário protocolou um pedido de falência contra o parque. O Hopi Hari diz desconhecer o pedido.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

ARAPONGAS 06/12

VICTOR FUGANTI, 94 ANOS

ANTÔNIO JACOMETO, 81 ANOS

GUILHERME GONÇALVES SOARES, 17 ANOS

APUCARANA 05/12

APUCARANA YOSHIMATSU NIKI, 99 ANOS
JOSÉ BECEL, 80 ANOS
SULINA ANTÔNIO DA SILVA, 82

MEGA SENA

CONCURSO 1882 · 03/12/2016

09 10 19 35 37 41