Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Ações da Petrobras têm nova queda com preço do petróleo; dólar sobe

Loading...

ECONOMIA

Ações da Petrobras têm nova queda com preço do petróleo; dólar sobe

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - As ações da Petrobras amargaram outro dia de desvalorização nesta terça-feira (19), após a estatal voltar ao nível de 1999 no mercado de ações na segunda (18).
Os papéis da estatal até iniciaram a terça (19) em alta, após o mercado se animar com possíveis estímulos na economia chinesa, mas a volatilidade dos preços do petróleo e a piora nas Bolsas em Wall Street derrubaram as ações novamente.
As ações preferenciais da Petrobras, mais negociados e sem direito a voto, tiveram queda de 2,91%, a R$ 4,66, enquanto as ações ordinárias, com direito a voto, se desvalorizaram em 2,38%%, a R$ 6,15.
O Ibovespa subiu 0,32%, aos 38.057 pontos. O giro financeiro foi de R$ 4,129 bilhões.
"Os preços do petróleo se mantiveram abaixo dos US$ 29 e isso afeta a Petrobras nesse final, já que os papéis subiram pela manhã. Mesmo com o ambiente externo favorável, com bolsas europeias em alta, a Petrobras não consegue fechar valorizada por isso", diz Newton Rosa, economista-chefe da SulAmerica Investimentos.
Os mercados financeiros globais reagiram favoravelmente, sob expectativas de que Pequim combata a desaceleração com novos estímulos, após dados apontarem o menor crescimento do país em 25 anos.
As ações da Vale tiveram alta graças a uma correção feita pelo mercado e influenciadas pelas notícias da China.
As ações preferenciais da mineradora subiram 1,29%, a R$ 7,04, enquanto as ordinárias tiveram alta de 3,26%, a R$ 9,18.
PETRÓLEO
Os preços do petróleo tiveram volatilidade durante toda essa terça (19), mas ficaram na casa dos US$ 28.
O Brent, negociado em Londres, se valorizou em 0,91%, a US$ 28,82 o barril. Já o WTI, comercializado no mercado americano, caiu 3,53%, a US$ 28,38.
DÓLAR
O dólar fechou em alta em relação ao real nesta terça (19), novamente pressionado pela volatilidade nos preços do petróleo e por preocupações locais.
A moeda americana chegou a operar em baixa pela manhã, mas não manteve a desvalorização ante a moeda brasileira.
O dólar à vista, referência no mercado financeiro, se valorizou em 0,29%, a R$ 4,043 na venda. Já o dólar comercial, utilizado no comércio exterior, teve alta de 0,49%, a R$ 4,055.
A divisa chegou a recuar com firmeza logo no início dos negócios, após a economia chinesa crescer em 2015 no ritmo mais fraco em 25 anos.
Operadores ressaltaram que as perspectivas para o mercado brasileiro continuam difíceis, em meio a incertezas sobre o cenário político e econômico local.
Na manhã desta terça (19), o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, alimentou as dúvidas do mercado ao aumentar as chances de que o BC promova um aumento menor dos juros básicos ou até mesmo deixe-os inalterados.
"O nosso cenário doméstico é péssimo. Temos espaço para que o dólar suba, pelo menos, mais 2% em janeiro. [Nesta terça] ainda tivemos uma carta de Tombini sem nexo ou propósito, então mesmo com a China, o cenário interno foi mal", diz Ítalo Santos, especialista em câmbio da Icap do Brasil.
O BC realizou na manhã desta terça (19) mais um leilão de rolagem dos swaps cambiais que vencem em 1º de fevereiro, vendendo a oferta total de até 11,6 mil contratos.
Até o momento, a autoridade monetária já rolou o equivalente a US$ 6,762 bilhões, ou cerca de 65% do lote total, que corresponde a US$ 10,431 bilhões.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

ARAPONGAS 06/12

VICTOR FUGANTI, 94 ANOS

ANTÔNIO JACOMETO, 81 ANOS

GUILHERME GONÇALVES SOARES, 17 ANOS

APUCARANA 05/12

APUCARANA YOSHIMATSU NIKI, 99 ANOS
JOSÉ BECEL, 80 ANOS
SULINA ANTÔNIO DA SILVA, 82

MEGA SENA

CONCURSO ·