Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Fundo árabe compra hotel Glória de Eike Batista, no Rio de Janeiro

Loading...

ECONOMIA

Fundo árabe compra hotel Glória de Eike Batista, no Rio de Janeiro

BRUNO VILLAS BÔAS
RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O Mubadala, fundo soberano de Abu Dhabi, acertou a compra do hotel Glória do empresário Eike Batista, segundo informou um dos advogados do ex-bilionário.
O valor da operação não foi revelado. Segundo a fonte, Eike tem no futuro o direito de recomprar uma parte do hotel por aproximadamente US$ 40 milhões.
A operação fez parte de uma grande negociação de Eike com o fundo soberano, o que incluiu ações em empresas como OGX (petróleo), MMX (mineração), OSX (estaleiro) e CCX (carvão).
O fundo suíço Acron, especializado em investimentos imobiliário, havia desistido de comprar o hotel e finalizava o distrato de compra no fim do ano passado.
O fundo se queixava a interlocutores sobre a crise econômica, impactos do setor de petróleo no Rio e mesmo um suposto desinteresse de Eike em levar a sociedade adiante.
O empresário teria atrasado procedimentos legais para a conclusão da venda do hotel, como emissão de certidões. Isso afetou o cronograma de inauguração do hotel. cujas obras estão paradas desde 2013.
O motivo do atraso era o interesse do fundo soberano de Abu Dhabi em assumir o hotel, como parte da negociação das dívidas do empresário. Isso interessava a Eike. A negociação, porém, emperrou na discussão de valores.
Fundado em 1929, o hotel Glória foi adquirido em 2008 pela REX, braço imobiliário do grupo EBX, de Eike Batista, por cerca de R$ 80 milhões. O hotel seria um dos "megaprojetos" da revitalização do Rio.
A meta era reformar o hotel a tempo de reinaugurá-lo para Copa de 2014. Mas, com a crise do grupo X, a reforma foi paralisada. O hotel também não ficará pronto para a Olimpíada de 2016.
Em fevereiro de 2014, Eike anunciou a venda do hotel para o Acron por R$ 225 milhões. Em novembro do mesmo ano, os suíços reformularam o contrato para atrair o empresário de volta ao empreendimento.
Com a reforma parada, o Glória chegou a virar um foco do mosquito Aedes aegypti, vetor dos vírus da dengue e zika. Em novembro, agentes da Prefeitura eliminaram focos do mosquito do canteiro.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 03/12

ALTAIR RAIMUNDO DE SOUZA, 46 anos
AMADEU FERNANDES, 58 anos

ARAPONGAS 02/12

DAVI DE SOUZA, 54 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1882 · 03/12/2016

09 10 19 35 37 41