Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Dólar segue alívio externo e opera em queda, mas China permanece no radar

Loading...

ECONOMIA

Dólar segue alívio externo e opera em queda, mas China permanece no radar

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O dólar operava em queda em relação ao real nesta terça-feira (12), influenciado pela menor aversão ao risco entre os investidores no exterior.
O alívio momentâneo refletia o respiro nos preços do petróleo, que tinham ligeira alta após terem afundado na véspera para seu menor valor em mais de 11 anos.
O mercado, no entanto, segue cauteloso em relação ao crescimento da China. Indicadores econômicos recentes corroboraram expectativa de que o desaquecimento da segunda maior economia do mundo pode ser mais intenso do que o previsto.
A preocupação com a desaceleração da economia da China foi intensificada na semana passada também porque o banco central daquele país permitiu a desvalorização do yuan sobre o dólar.
Nesta semana, porém, a autoridade monetária chinesa voltou atrás e voltou a valorizar a divisa da China sobre o dólar, o que reduziu um pouco a pressão sobre as cotações de outras moedas emergentes.
Às 12h (de Brasília), o dólar à vista, referência no mercado financeiro, tinha desvalorização de 0,52% sobre o real, para R$ 4,025 na venda. Já o dólar comercial, utilizado em transações de comércio exterior, caía 0,59%, para R$ 4,028.
Além do real, o dólar também perdia força sobre outras moedas emergentes na sessão, como o rand sul-africano, o peso mexicano e o peso colombiano.
O Banco Central do Brasil deu continuidade nesta sessão aos seus leilões diários de swaps cambiais para estender os vencimentos de contratos que estão previstos para o mês que vem. A operação, que equivale a uma venda futura de dólares, movimentou US$ 560 milhões.
Internamente, o mercado segue de olho na sinalização recente do BC do Brasil de que deverá haver nova elevação na taxa básica de juros, a Selic. No mercado de juros futuros, os contratos operavam majoritariamente em queda na BM&FBovespa nesta terça-feira.
O DI para fevereiro de 2016 subia de 14,355% para 14,360%, enquanto o DI para abril deste ano caía de 14,691% a 14,675%. Já o DI para janeiro de 2021 apontava taxa de 16,270%, ante 16,350% na sessão anterior.
AÇÕES EM ALTA
O principal índice da Bolsa brasileira acompanhava a valorização dos mercados acionários na China e na Europa, antes da abertura das negociações em Nova York. Às 12h, o Ibovespa subia 0,42%, para 40.116 pontos. O volume financeiro girava em torno de R$ 730 milhões.
O avanço era guiado pelo bom desempenho das ações de bancos. Este é o setor com a maior participação dentro do índice. Subiam o Itaú (+1,83%), o Bradesco (+0,62%) e o Banco do Brasil (+1,25%).
Em sentido oposto, as ações da Petrobras reagiam negativamente nesta terça à notícia de que a companhia reduziu US$ 32 bilhões seu plano de investimentos para o período de 2015 a 2019.
Os papéis preferenciais da estatal, mais negociados e sem direito a voto, recuavam 2,79%, para R$ 5,92 cada um. Já os ordinários, com direito a voto, caíam 2,11%, a R$ 7,42.
Ambas as cotações continuam em seu menor valor desde 2003, patamar alcançado nas últimas sessões em decorrência do forte tombo nos preços do petróleo no exterior.
A Vale andava de lado. Os papéis preferenciais da mineradora se mantinham em R$ 7,92, mesmo valor do fechamento da véspera. Os ordinários eram cotados em R$ 10,23, leve queda de 0,09%.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 21/02

CARLOS FRANCISCO DA SILVA, 57 anos
JECYR MASTRO, 91 anos
DULCINEIA RODRIGUES, 37 ANOS
MARIA DE FÁTIMA DA SILVA, 63 ANOS

IVAIPORÃ
ADON SCHMIDT DE OLIVEIRA, 63 ANOS

JANDAIA DO SUL 21/02

GERALDA GARCIA DE OLIVEIRA, 74 anos
CARLOS ORTIS SANCHES, 63 anos

MEGA SENA

CONCURSO ·