Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Bolsa fecha 2015 com terceiro maior fluxo de capital estrangeiro em 21 anos

Loading...

ECONOMIA

Bolsa fecha 2015 com terceiro maior fluxo de capital estrangeiro em 21 anos

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Apesar da queda de 13,3% em 2015, a Bolsa brasileira encerrou o ano passado com fluxo de capital externo positivo de R$ 16,387 bilhões, o terceiro maior desde 1994, de acordo com dados da BM&FBovespa. Os investidores estrangeiros compraram R$ 884,191 bilhões em ativos e venderam R$ 867,804 bilhões.
O saldo só não foi maior que o de 2009, quando totalizou R$ 20,596 bilhões, e o de 2014 (R$ 20,342 bilhões). E o resultado poderia ser melhor se não fossem saídas de estrangeiros registradas no segundo semestre do ano, com o agravamento das crises política e econômica. O fluxo de capital estrangeiro nos últimos seis meses de 2015 ficou negativo em R$ 5,153 bilhões.
Apenas outubro e novembro tiveram saldo positivo, enquanto em dezembro foi registrada a maior saída do ano inteiro, totalizando R$ 4,31 bilhões. Em janeiro, até o dia 4, o saldo é positivo em R$ 122,8 milhões.
Os investidores estrangeiros encerraram 2015 com 52,8% de participação na Bolsa, o maior patamar desde 1994. Por outro lado, as pessoas físicas mantiveram fatia de 13,7% no mercado acionário brasileiro --a mesma de 2014.
O número de negócios cresceu 9,8%, para 1 bilhão em 2015, ante 919,76 milhões no ano anterior. Já o volume médio diário cresceu 0,5% em relação a 2014, para R$ 7,33 bilhões.
No ano passado, a Bolsa brasileira teve queda de 13,3%. Assim como o dólar, que fechou 2015 com valorização de 49%, o Ibovespa ficou a reboque da crise política que atrapalhou a aprovação das medidas de ajuste fiscal necessárias para equilibrar as contas do governo e evitar que o país perdesse seu selo de bom pagador junto às agências de classificação de risco.
A recessão que o país atravessa, agravada pelo inflação elevada e pelo aumento do desemprego, impacta o resultado das companhias e afeta a cotação das ações de empresas listadas em Bolsa. Como resultado, houve uma queda de 1,35% no número de empresas da lista --foram 510 no ano passado, ante 517 em 2014 e 528 em 2013.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

ARAPONGAS 06/12

VICTOR FUGANTI, 94 ANOS

ANTÔNIO JACOMETO, 81 ANOS

GUILHERME GONÇALVES SOARES, 17 ANOS

APUCARANA 05/12

APUCARANA YOSHIMATSU NIKI, 99 ANOS
JOSÉ BECEL, 80 ANOS
SULINA ANTÔNIO DA SILVA, 82

MEGA SENA

CONCURSO 1883 · 07/12/2016

16 27 28 47 59 60