Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Chuva de granizo destrói vidro e bico de avião; piloto pousou com 'visibilidade zero'

Loading...

SITUAÇÃO PERICLITANTE

Chuva de granizo destrói vidro e bico de avião; piloto pousou com 'visibilidade zero'

Um piloto ucraniano passou momentos de extrema tensão e evitou uma tragédia ao fazer um pouso de emergência após uma tempestade de granizo destruir o bico da aeronave e estraçalhar o vidro da cabine de um avião da companhia turca AtlasGlobal. Por conta dos danos causados pela tempestade, o comandante Alexander Akopov não conseguia ver nada à sua frente e teve que usar toda a sua experiência e os instrumentos de voo para pousar no Aeroporto de Ataturk, em Istambul, na Turquia.

A habilidade do piloto salvou a vida dos 121 passageiros e seis tripulantes. A equipe de voo celebrou o pouso como "um segundo nascimento", conforme o jornal britânico Daily Mail. Testemunhas relataram que pedras de granizo do tamanho de ovos caíram sobre a aeronave. Ao perceber a dimensão dos danos, Akopov desabilitou o piloto automático.

"Eu voo há 30 anos. Bom, você viu o avião pousar? Foi ok? Os passageiros estão vivos. É normal. Esta é a nossa confiabilidade profissional", disse o piloto ucraniano a jornalistas turcos. "Nosso localizador não mostrou o desastre temporal, por isso aconteceu. Foi difícil, mas o principal é que as pessoas estão vivas", frisou Akopov.

A façanha do ucraniano despertou o orgulho dos compatriotas. O embaixador da Ucrânia na Áustria, Olexander Scherba, compartilhou as fotos em seu Twitter e elogiou o pouso com "zero visibilidade". O presidente da Ucrânica, Petro Poroshenko, telefonou para parabenizar o comandante antes de condecorá-lo com a Ordem de Coragem. No voo, passageiros aplaudiram o pouso bem sucedido na pista molhada.


10 minutos após a decolagem
O incidente ocorreu apenas dez minutos depois da decolagem, em um voo da companhia aérea turca AtlasGlobal. A aeronave tinha destino a Erkan, no Chipre. No momento da emergência, o aeroporto de Ataturk estava fechado para pousos por conta do mau tempo. Mas a urgência abriu uma exceção para o piloto Alexander Akopov. A tempestade durou 20 minutos e levou o caos a Istambul, com carros submersos e focos de incêndio em diversos pontos da metrópole turca.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias