Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Espera por transplante de córnea no Paraná é de apenas uma semana

Loading...

SEM FILA

Espera por transplante de córnea no Paraná é de apenas uma semana

Em 2010, o tempo para conseguir a córnea passava de um ano. Atualmente, os pacientes estão esperando, em média, uma semana para o transplante. (Foto: Divulgação SESA)

O Governo do Estado conseguiu praticamente zerar a fila para conseguir um transplante de córnea no Paraná. Em 2010, o tempo para conseguir a córnea passava de um ano. Atualmente, os pacientes estão esperando, em média, uma semana para o transplante. De acordo com dados relativos a última terça-feira (11) apenas 18 pessoas em todo o Paraná esperavam por uma córnea, mas a expectativa é que esse número seja reduzido até o final da semana. 

“A organização de todo o Sistema Estadual de Transplantes proporciona bons números ao Paraná. Em apenas seis anos, o Estado passou do décimo para o segundo lugar em doadores efetivos. Isso é fruto de um trabalho coordenado de todos os envolvidos no processo e da prioridade que o Governo do Estado dá à área da saúde”, destaca o secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto.

O ranking nacional de doação de órgãos e tecidos para transplantes, avaliada pela Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO), leva em conta o número de doações efetivas proporcional à população do Estado. Para a diretora do Sistema Estadual de Transplantes, Arlene Badoch, a redução de tempo de espera é uma das prioridades da gestão estadual. “Temos investidos em capacitação profissional e aperfeiçoado todos os processos que envolvem a doação e transplantes de órgãos e tecidos no Paraná. O resultado é a redução do número de pessoas que aguarda por um transplante no Estado”, afirmou. 

DOAÇÃO – Desde 2014 o Governo do Estado mantém a campanha Doação de Órgãos, Fale Sobre Isso, com o objetivo de estimular que a população aborde o assunto no seu dia a dia e declare a seus familiares sua intenção de ser um doador. Dados da Secretaria de Estado da Saúde mostram que a negativa familiar é o principal motivo da não doação.

A campanha conta ainda com o apoio de empresas que divulgam a esta mensagem, como Frimesa, Rede Condor, Rotary Club, FIEP e SESI-PR, entre outras. Empresas e pessoas físicas que queiram saber mais informações sobre como participar da campanha devem entrar em contato com o Sistema Estadual de Transplantes através do e-mail sesatran@sesa.pr.gov.br.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias