Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Homem passa 5 anos reformando barco que afunda 5 minutos depois de ser colocado no mar

Loading...

DEU RUIM

Homem passa 5 anos reformando barco que afunda 5 minutos depois de ser colocado no mar

Richard ainda se orgulha de seu trabalho. (Foto: Caters New Agency)

Quando temos um passatempo muitas vezes gastamos horas e dias nessa atividade que acaba sendo sempre uma distração e acabamos por esquecer de outros problemas e compromissos. A maioria das pessoas que tem um certo tempo disponível sempre optam por hobbies que preencham essa ociosidade. Esse foi o caso do aposentado Richard Ogilvy de 75 anos, morador de Burghead, Escócia.

O homem comprou um antigo barco de 40 pés, do ano de 1936 há mais de 10 anos, porém, só começou a reforma em 2013, quando passou a se dedicar com dois de seus cinco filhos, cerca de oito horas diárias em cinco dias por semana. Ele conta que a reforma além de tomar seu tempo, tomou boa parte de seus investimentos. “Não pude nem falar para minha mulher o quanto gastei no Wunderhe.”. O motivo de esconder os valores? Após 5 minutos no mar, o barco simplesmente afundou.

O barco não ficou como deveria. (Foto: Caters New Agency)

Fora quase 5 anos dedicados ao modelo Seawraithe da Segunda Guerra Mundial quase que diários e milhares de libras investidas. “Quando eu o comprei, ele estava podre, todas as madeiras foram retiradas e até refiz o convés de fibra de vidro. Eu realmente amava esse barco.”, conta o septuagenário.

Todo o trabalho foi feito no quintal de Richard com a ajuda de seus filhos, o que para ele já valeu pelos bons momentos que foram proporcionados. “Eu passei tanto tempo com meus meninos e isso realmente nos aproximou.”. O que não o deixou nada feliz, obviamente foi ver todo seu trabalho indo literalmente por água abaixo. “Quando o colocamos na água senti um enorme orgulho do trabalho que tínhamos feito. Vê-lo afundar apagou esse brilho.”.

O barco não durou muito... (Foto: Caters New Agency)

Porém, quando o barco começou a afundar imediatamente seus filhos o ajudaram a retirar os destroços debaixo da água e ele conseguiu recuperar o esqueleto da embarcação. “Agora eu estou dormindo no meu carro aqui no porto para cuidar de perto dele. Preciso ficar atento o tempo todo. Estamos trabalhando para evitar que aconteça outro naufrágio como esse.”, finaliza ele.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias