Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Space X divulga planos para lançar mais 4,5 mil satélites e ampliar internet no espaço até 2019

Loading...

ÓRBITA EM FOCO

Space X divulga planos para lançar mais 4,5 mil satélites e ampliar internet no espaço até 2019

Espaçonave SpaceX Dragon fora do módulo da Cúpula da Estação Espacial Internacional - Foto: NASA

A agência espacial privada Space X, do inventor bilionário sul-africano Elon Musk, elaborou um plano para começar a montar uma estação no espaço em 2019 e estabelecer toda a rede online até 2024. A agenda foi divulgada na recentemente durante evento no Comitê do Comércio no Senado dos Estados Unidos (EUA).

A vice-presidente do setor de satélites da Space X, Patricia Cooper, avalia que a conexão vai facilitar o trabalho na atmosfera e agilizar também o serviço na Terra. O protótipo inicial do equipamento seria lançado já neste ano, antes de um segundo em 2018, e ambos teriam a finalidade de demonstrar como será possível cumprir o objetivo e a estrutura começaria efetivamente a ser montada em 2019.

Outros equipamentos seriam levados até 2024 por meio dos foguetes Falcon 9, que já conseguiram realizar pousos de volta e podem baratear o processo pelo fato de serem reutilizáveis. Até esta data a expectativa é de que tudo esteja operando, em frequências Ka- e Ku-.

Space X pretende colocar quase 4,5 mil satélites — atualmente há perto de 1,5 mil — na órbita terrestre baixa - Foto: Shutterstock/Andrey Armyagov

Mais 4,5 mil satélites em órbita
Patricia Cooper acrescenta que o plano é colocar entre 4 mil e 4,5 mil satélites — atualmente há perto de 1,5 mil — na órbita terrestre baixa, entre 1.110 quilômetros a 1.325 quilômetros de altura. Isso permitiria abastecer o serviço na atmosfera como também superfície. 

Banda larga
"O sistema foi projetado para fornecer uma ampla gama de serviços de banda larga e comunicações para usuários residenciais, comerciais, institucionais, governamentais e profissionais em todo o mundo", detalha a SpaceX em comunicado. 

No mês passado, a Nasa anunciou que está lançando um poderoso laser que poderia fornecer internet a uma velocidade de um gigabit por segundo até 2019. Isso poderia permitir taxas de dados muito maiores para conexões entre a nave espacial e a Terra, incluindo o download de dados científicos e permitir que os astronautas enviassem melhores mensagens de vídeo para casa. 

Exploração robotizada
O sistema também pavimentaria o caminho para o vídeo 3D do espaço e possibilitaria a exploração robotizada remota de alta definição de outras luas e planetas.



Satélites orbitarão em altitudes que variam de 1.150 quilômetros) a 1.275 km - Imagem - Space X

Investimento de US$ 6 bilhões

O investimento no projeto giraria em torno de US$ 6 bilhões e um dos grandes problemas é a quantidade de lixo espacial encalhado por ali, que já é significativos e só aumentaria.

Questões legais
Também há questões legais relativas ao controle da internet fora da Terra. A SpaceX está revolucionando a indústria espacial com seus foguetes reutilizáveis e planos ambiciosos para colonizar Marte.

Avaliação
A Federal Communications Commission (FCC) avalia atualmente pedidos de exploração de frequências feito pela Space X como também a Boeing e a OneWeb.

Com informações dos portais britânicos The Mirror e Daily Mail

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias