Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Polvo venenoso pode ser usado como arma ; criatura matou 2 cientistas

Loading...

MONSTRO MARINHO

Polvo venenoso pode ser usado como arma ; criatura matou 2 cientistas

Criatura encontrada no Ártico é aparentemente semelhante a um polvo normal, mas com seis pernas extras - Foto: Getty

Um grande polvo-matador venenoso pode se tornar a nova arma secreta da Rússia, conforme divulgou o tabloide britânico Daily Express. A criatura é capaz de paralisar uma pessoa com seu veneno a algumas dezenas de metros de distância.

Anton Padalka, ex-participante de uma expedição científica ao Ártico, revelou ao órgão de imprensa da Grã-Bretanha que, durante essa viagem, a equipe de cientistas descobriu um "monstro" conhecido como Organism 46-B. A criatura foi localizada nas águas árticas do lago Vostok, sob o gelo.

De acordo com Padalka, o governo russo encampou a "descoberta" e agora está estuda uma forma para o país usar as capacidades de destruição do polvo.  O cientista  salientou que o polvo Organism 46-B foi encontrado "em sua plena capacidade ofensiva" abaixo de uma camada densa de gelo, onde a criatura provocou a morte de um dos participantes da expedição. Um segundo pesquisador também teria sido trucidado pelo "monstro marinho"

"Encontramos o Organism 46-B no primeiro dia da expedição. A criatura deixou os nossos rádios fora de funcionamento. Após isso, descobrimos que o polvo fez isso de propósito, algo que nos assustou bastante", detalhou Padalka.  Na sequência, o polvo paralisou um colega de trabalho do pesquisador a uma distância de quase 46 metros ao liberar veneno na água.

Dois cientistas russos foram trucidados por polvo no Ártico Foto: NC/Daily Express

Telepatia?
"Meu amigo, com um sorriso de felicidade, caminhou indeciso em direção à criatura. Ficamos parados, boquiabertos, observando [o monstro] arrancar a cabeça com os tentáculos, jogando os restos na boca. Parece que a criatura conseguiu hipnotizar o meu amigo por meio de telepatia", supôs Padalka.  

Captura
Após o cientista ser morto pela criatura, os participantes da expedição capturaram o polvo gigante e o colocaram em um sarcófago, que depois foi levado pelo governo russo para um local não informado aos pesquisadores que estavam no Ártico.  Padalka reiterou que descoberta no lago Vostok foi encoberta por oficiais do exército russo, que agora procuram formas de reprodução do polvo-matador.


Com informações do Daily Express

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias