Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Estudantes já ocupam 735 colégios públicos no Paraná

Loading...

PROTESTOS FORA DE CONTROLE

Estudantes já ocupam 735 colégios públicos no Paraná

- Atualizado em 19/10/2016 17:18
Estudantes já ocuparam 735 colégios públicos no Paraná – Foto: Reprodução

O movimento Ocupa Paraná divulgou em seu portal nesta quarta-feira (19) pela manhã, que aumentos para 735 o número de escolas ocupadas na rede pública do Estado (clique e veja o placar). De acordo com lideranças do movimento, que começou há 17 dias, a tendência é de que nas próximas horas sejam contabilizados 1000 estabelecimentos de ensino público ocupados.

Os estudantes protestam contra à MP 746 (reforma do ensino médio) e à PEC 241 (que congela os investimentos na educação durante os próximos 20 anos).

Índios aderem 
Além das ocupações dos estabelecimentos de ensino, duas unidades da Secretaria de Estado da Educação (SEED), nos municípios de Pato Branco, no Sudoeste, e Maringá, no Noroeste, também foram ocupadas por indígenas, educadores e alunos.

Eleições e apreensão
As ocupações dos estabelecimentos de ensino da rede estadual no Paraná geraram apreensão no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR) no tocante a realização do segundo turno das eleições para prefeito em Curitiba, Ponta Grossa e Maringá.

Enem
realização do Enem, no começo de novembro, também foi colocada em dúvida pelo Chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni, mas o Inep descartou essa possibilidade e garantiu a realização do Exame Nacional do Ensino Médio no estado.

Greve
Além da ocupações protagonizadas por alunos, o Paraná enfrenta ainda greve na educação há dois dias e nos demais serviços públicos, tais como polícia civil e professores das universidades, como em Londrina (UEL), Maringá (UEM) e Apucarana (Unespar), todas na região norte do Estado. Outros setores da administração pública, como Saúde, também acenam com a possibilidade de greve nos próximos dias.

O governo do Estado quer revogar a lei da data-base, acordada ao fim da greve de 2015, que garante reposição da inflação deste ano em janeiro de 2017. 

42 mil servidores parados 
O Paraná tem 2,1 tem escolas da rede pública no Estado. São 1 milhão de estudantes regularmente matriculados e 60 mil educadores na ativa (professores e funcionários). Deste total, 42 mil estão em greve por tempo indeterminado. 

Tentativa de negociação
O governador Beto Richa e sua equipe de governo afirmam que tentam negociar com estudantes e grevistas para viabilizar a desocupação dos estabelecimentos da rede pública e colocar fim à paralisação das atividades educacionais.  Mas o governo do Paraná já admite que o ano letivo atual poderá acabar só em fevereiro de 2017.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

ARAPONGAS 06/12

VICTOR FUGANTI, 94 ANOS

ANTÔNIO JACOMETO, 81 ANOS

GUILHERME GONÇALVES SOARES, 17 ANOS

APUCARANA 05/12

APUCARANA YOSHIMATSU NIKI, 99 ANOS
JOSÉ BECEL, 80 ANOS
SULINA ANTÔNIO DA SILVA, 82

MEGA SENA

CONCURSO 1882 · 03/12/2016

09 10 19 35 37 41