Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Após pesquisa científica, médico diz que oração tem efeitos positivos contra doenças

Loading...

FÉ X DOENÇA

Após pesquisa científica, médico diz que oração tem efeitos positivos contra doenças

Pesquisador dos EUA concluiu que, independentemente da religião, a oração proporciona uma experiência neurológica entre pessoas - Foto: healthylivingathome.club - Imagem ilustrativa

Um estudo realizado recentemente por um pesquisador cristão radicado nos Estados Unidos (EUA) aponta que a cura física pode acontecer em decorrência do poder da oração.O médico Andrew Newberg, diretor de pesquisa no Hospital de Thomas Jefferson e Medical College, na Pensilvânia, coordenou a pesquisa, na qual scanners e ressonância magnética do cérebro indicaram que há poder na oração. 

Conforme o pesquisador, para o cérebro a oração é muito similar a um treinamento físico.“Quando você olha para a maneira como o cérebro funciona, fica evidente que participar de práticas religiosas e espirituais equilibra a frequência de ondas cerebrais e desta forma é possível se comunicar com Deus,” afirmou Newberg, em matéria postada pelo site healthylivingathome.club.

REZA E CURA - O médico estudou o comportamento de pacientes idosos com problemas de memória. Eles rezaram todos os dias durante 12 minutos e por oito semanas consecutivas. Os resultados da ressonância apareceram positivo e significativamente diferentes, após a conclusão do estudo. De acordo com o pesquisador americano, os resultados da análise cinetífica apontaram ainda que o benefício da oração pode, efetivamente, reestruturar o cérebro humano.

O jornal The Huffington Post acrescentou que Newberg realizou um outro estudo, focado nas formas de como a oração e meditação podem ter reflexos no cérebro humano. Segundo o médico, quando uma pessoa é dedicada à oração, há um aumento da atividade nos lobos frontais e a área da linguagem do cérebro, ativada durante uma conversa. O pesquisador pontua que o cérebro considera orar a Deus muito parecido com a maneira como falamos com outras pessoas.

EXPERIÊNCIA NEUROLÓGICA - Ele explica que um corante radioativo inofensivo foi injetado nos pacientes enquanto eles estavam em profunda oração ou meditação. O corante foi para diferentes partes do cérebro em que o fluxo de sangue era  mais forte. A partir daí, Newberg concluiu que, independentemente da religião, a oração proporciona uma experiência neurológica entre pessoas.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

MARILÂNDIA DO SUL 22/01

GENEROSA PEREIRA DO NASCIMENTO, 88 anos

ARAPONGAS 21/01

DEVANIL NAREZE, 71 ANOS

MEGA SENA

CONCURSO 1896 · 21/01/2017

03 06 14 15 21 25