Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Técnica de enfermagem salva criança com apenas 11 dias de vida

Loading...

ENGASGOU COM LEITE

Técnica de enfermagem salva criança com apenas 11 dias de vida

Técnica de enfermagem Geni Bonasse com a garotinha Maria Gabrielle (Foto: Arquivo pessoal/Facebook)

Uma menina, com apenas 11 dias de vida, engasgou com o leite da mãe e por pouco não morreu. O caso aconteceu na última terça-feira na Unidade Básica de Saúde (UBS) Leopoldo Hartwig Júnior, na Vila Nova, em Apucarana, e comoveu a todos que estavam presentes no local.

Faltava 15 minutos para a técnica de enfermagem Geni Bonasse, 55 anos, encerrar o expediente, quando deu entrada no posto de saúde, a pequena Maria Gabrielle Ribeiro Oliveira, de 11 dias. A garotinha, que havia engasgado quando era amamentada pela mãe, chegou à unidade com os sinais vitais comprometidos. “Ela já estava toda roxinha”, recorda a enfermeira.   

De imediato, Geni deu início às manobras para desengasgar Maria Gabrielle. “Segurei ela virada para baixo. Com uma mão posicionada no tórax, e com a outra mão dei algumas batidinhas nas costas. Foi emocionante quando ela começou a chorar”, conta com os olhos marejados.

Enquanto a técnica de enfermagem fazia os procedimentos, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada e levou a pequena para o Hospital da Providência Materno Infantil, onde ficou internada até ontem (02/03) à tarde.

Geni revela que esta não foi a única vez que colocou à prova seus conhecimentos. Ela, que também trabalha na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), de Arapongas, recentemente passou por situação semelhante. “Chegou na unidade uma criança, de apenas cinco dias, também engasgado com leite da mãe e tive que desengasgá-lo. Não é uma situação rara”, diz.

Ainda sobre o caso de Gabrielle, a técnica de enfermagem ressalta que a criança, que mora com a família a duas ruas do posto de saúde, foi levada até a unidade por um motorista, que passava pela rua. “A mãe, como fez cesárea, não conseguia correr e pediu ajuda para uma mulher que estava no ponto de ônibus, que acabou pedindo ajuda para um motorista que passava pelo local e ele trouxe a criança até nós”, recorda. A mãe, que pediu para não ter o nome divulgado nem a foto da criança, chegou minutos depois no posto de saúde.

Reconhecimento – Na tarde de ontem (02/03), funcionários da unidade preparam uma festa para a criança, a mãe e para Geni. “Quando a criança voltou, toda a equipe ficou emocionada”, diz Adriana Victor, agente de endemias, que presenciou o salvamento.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias