Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Dez dicas para facilitar a tarefa de casa 

Loading...

EDUCAÇÃO

Dez dicas para facilitar a tarefa de casa 

Tarefa deve ser supervisionada pelos pais (Divulgação)

Fazer a tarefa de casa é uma atividade comum a todos os estudantes, o que não significa que seja fácil. Essenciais para o bom rendimento escolar, os exercícios exigem concentração, tempo e espaço adequado. O psicólogo Bruno Guerra, de Londrina, acrescenta outro item considerado essencial neste processo: organização.

O especialista em comportamento entende que a organização faz toda a diferença principalmente quando há outras atividades concorrentes na rotina da criança. “Muito dessa rotina voltada para os estudos depende da dinâmica e organização familiar”, pontua. O que envolve questões como horário de ir e voltar da escola, atividades de lazer, cursos de línguas, alimentação e também a agenda de quem cuida da criança, entre outros fatores.

Para ilustrar a situação, Guerra cita como exemplo uma criança que estuda de manhã e no período da tarde, às 15 horas, tem aulas de línguas, e, às 17 horas, gosta de assistir um programa de tv. A pergunta é: como organizar essa rotina? Para solucionar, ele aconselha analisar as atividades provenientes da escola: quais são? Quantos são? Para que dia é cada atividade? E deste modo organizar e planejar a realização dessas atividades e, também, considerar as outras. “Usar uma agenda ou um quadro de tarefas ajuda muito nesses pontos”, sugere.

A rotina de estudo, segundo Guerra, também é alterada de acordo com a idade da criança. Em todos os casos, o especialista defende que não há uma fórmula pronta. “Existem apenas algumas estratégias que colaboram para que o aluno tenha bons resultados”, assinala. Confira dez pontos listados pelo psicólogo:

1. Faça uma lista com todas as atividades, como provas que ocorrerão na semana. É possível fazer para o mês também;

2. Separe um tempo para a realização das atividades. O tempo de realização varia de acordo com a complexidade da tarefa;

3. Estabeleça uma hierarquia de atividades seguindo da mais simples para a mais complexa;

4. Ao sentar para estudar, desligue o celular e saia das redes sociais, mantenha-se concentrado apenas na atividade proposta. Esta atitude gera maior rendimento do tempo;

5. Utilize o computador neste período apenas como uma ferramenta para explorar conteúdos complementares;

6. Estabeleça alguns minutos para descanso;

7. Realize as atividades propostas, mas também vá além. Busque novas informações e diferentes soluções. Saia do óbvio;

8. Ao ler um texto, grife, releia, reescreva e explique em voz alta. Precisamos trabalhar com todos os estímulos que ajudem a apreender o conteúdo;

 9. Tirem dúvidas com colegas e professores, lembre-se de que você não é obrigado a saber tudo e isso ajuda muito no processo de aprendizagem;

10. Dedique-se, entendemos que não é fácil, mas é preciso começar e tentar. Aos poucos irá conseguir realizar tudo que planejou.

Participação dos pais

A tarefa de casa é para ser feita pela criança, mas os pais devem participar deste momento. “Estar próximo dos filhos é um ótimo começo. É preciso ajudar, conferir, supervisionar as atividades”, analisa o psicólogo Bruno Guerra, de Londrina.

Outro detalhe importante, na concepção do profissional, é estar atento à rotina escolar dos filhos, participando das reuniões, conversando sobre a escola e possíveis dificuldades. “Reforço que os pais servem como um grande modelo. É, a partir deles, que muitos dos comportamentos de responsabilidade com os estudos poderão ser estabelecidos”, destaca.

Ambiente de estudo

O psicólogo Bruno Guerra, de Londrina, comenta que o ambiente de estudo também é fundamental neste processo. Neste espaço, ele sugere que tenha uma mesa e uma cadeira; materiais de estudo; verifique se o ambiente tem iluminação e sonorização adequadas. E antes de começar as tarefas, alimente-se adequadamente e beba água. Outra dica é respirar adequadamente, para garantir uma maior oxigenação ao cérebro. E, bons estudos!

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias