Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Conheça o leão marsupial, extinto predador australiano 

Loading...

PALEONTOLOGIA

Conheça o leão marsupial, extinto predador australiano 

Um desenho de um leão marsupial, Thylacoleo carnifex. Fonte theguardian.com

Quando os humanos chegaram à Austrália, há cerca de 50 mil anos, eles podem ter encontrado ferozes predadores marsupiais que possuíam o tamanho de leões africanos. Um novo estudo revela que esses animais eram ótimos para subir em árvores, retiravam os ossos da carne e criavam seus filhotes em cavernas.

O comportamento preciso do Thylacoleo carnifex, ou leão marsupial, tem sido motivo de discussão. Teorias haviam sugerido que ele era consumidor de ovos de crocodilo, carniceiro semelhante às hienas, ou um predador semelhante ao leopardo.

Uma caverna localizada no sudoeste da Austrália conhecida como Tight Entrance cave, a qual está cheia de ossos do leão marsupial e suas presas, além de marcas feitas por garras nas paredes, ajudou a decifrar os hábitos desse animal.

Gavin Prideaux e Samuel Arman, da Universidade Flinders em Adelaide, descobriram que as marcas feitas com garras estavam localizadas em porções mais íngremes da caverna, apesar desta possuir áreas com inclinação mais gradual. "Isso sugere que eles escalavam regularmente, com alto grau de agilidade," os pesquisadores escreveram em seu artigo para a revista científica  Scientific Reports.

As descobertas reforçam a hipótese de que eles escalavam árvores para caçar.

O estudo também sugeriu que eles removiam os ossos da carne. Os outros fósseis, os quais provavelmente eram as presas do leão marsupial, não exibiam marcas de dentes.

Examinando a distância entre as marcas nas paredes da caverna, os pesquisadores estimaram a idade dos animais que as fizeram. Eles descobriram que o local foi habitado por uma quantidade de leões filhotes superior à de adultos.

"Uma possibilidade seria que, durante certo tempo, a caverna foi ocupada por uma única mãe e sua ninhada," escreveram eles. Também é possível que várias mães criaram seus filhotes no local durante um mesmo período. Entretanto, os animais aparentavam passar menos tempo no lugar conforme cresciam.

"Essa é provavelmente a melhor evidência que poderíamos obter de que eles usavam cavernas como moradia," afirmou Archer.

Fonte: The Guardian, por Michael Slezak

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 05/12

APUCARANA YOSHIMATSU NIKI, 99 ANOS
JOSÉ BECEL, 80 ANOS
SULINA ANTÔNIO DA SILVA, 82

APUCARANA 05/12

YOSHIMATSU NIKI, 99 anos

SULINA ANTONIA DA SILVA, 82 anos

JOSE BECEL, 80 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1882 · 03/12/2016

09 10 19 35 37 41