Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Paraná registra 4,8 mil casos de dengue, 6 mortes e tem 14 municípios com epidemia

Loading...

AVANÇO DA DOENÇA

Paraná registra 4,8 mil casos de dengue, 6 mortes e tem 14 municípios com epidemia

A dengue é mais perigosa em idosos, gestantes e doentes crônicos - Foto: Divulgação

O último boletim com os números da dengue no Paraná divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) aponta que mais três cidades do Estado estão com epidemia de dengue, totalizando 14 municípios. Ao todo, são 4.806 casos, sendo 586 importados de outras localidades. Até dia 2 de fevereiro, eram 3.444 casos confirmados no estado no período investigado – desde agosto de 2015. Só nos últimos oito dias, o Paraná teve 1.362 novos casos confirmados de dengue.

SEIS MORTES A Sesa confirmou ainda uma nova morte por dengue, ocorrida em Curitiba. Um homem de 65 anos morreu na terça (9) vítima da forma mais grave de dengue.

Já são seis mortes por dengue no estado em 2016: uma em Curitiba; quatro em Paranaguá, no litoral; e uma em Foz do Iguaçu, no oeste. Outros nove casos ainda estão em investigação, conforme a Sesa.

A Secretaria Municipal de Saúde já havia confirmado nesta quarta-feira que esta é era primeira morte em decorrência da doença na cidade do ano. O caso é importado – o paciente tinha viajado para o Paraguai, onde os índices da doença estão altos.


EPIDEMIA - 
As cidades de Santa Terezinha de Itaipu(oeste), Tapira (noroeste) e Rolândia (norte) entraram em situação de epidemia neste novo boletim. Agora, são 14 municípios com epidemia.

Rancho Alegre, Santo Antônio do Paraíso, Mamborê, Cambará, Munhoz de Mello,Itambaracá e Guaraci e Assaí, no norte; Nova Aliança do Ivaí e Santa Isabel do Ivaí, no noroeste; e Paranaguá, no litoral, já estavam na lista de cidades epidêmicas.

Para que seja considerada epidemia, é preciso a confirmação de mais de 300 casos a cada 100 mil habitantes. O estado de alerta é decretado a partir do momento em que os registros ficam acima de 100 casos a cada 100 mil habitantes.

ZIKA
- A Sesa acrescentou que o Paraná registrou 25 casos vírus da zika. O aumento das confirmações é resultado dos novos testes usados desde o início de fevereiro pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-PR).
Dos 25 casos, 11 são importados e três autóctones, ou seja, contraídos no próprio município. Dois casos são de Colorado, região noroeste do estado, e um de Londrina, no norte. Os outros 11 casos estão em investigação.

CHIKUNGUNYA - O boletim da Sesa acrescenta que os mesmos exames também possibilitaram o aumento do número de confirmações de chikungunya no Paraná. Agora são 11 casos neste período epidemiológico. Apenas um deles é autóctone, contraído no município de Mandaguari, norte do Estado.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 10/12

IZAURA FERREIRA DE ANDRADE, 70 ANOS

ARAPONGAS
CLÁUDIO SILVA, 88 ANOS

IVAIPORÃ
VALDETE CORDEIRO PEREIRA, recém-nascida
MIRIAM PEREIRA DE LIMA, 70 ANOS
CLÓVIS DE ALCÂNTARA BRASIL, 53 ANOS

APUCARANA 09/12

HELENA CORREA DE ANDRADE, recém-nascida

MEGA SENA

CONCURSO 1884 · 10/12/2016

01 04 23 32 38 59