Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Parceria com Forças Armadas e sala de comando são novas ferramentas de Curitiba contra o Aedes

Loading...

PREVENÇÃO EM FOCO

Parceria com Forças Armadas e sala de comando são novas ferramentas de Curitiba contra o Aedes

Curitiba confirmou esta semana o primeiro caso importado de zika vírus neste ano - Foto: Arquivo

A Prefeitura de Curitiba vai instalar, a partir desta segunda-feira (10), uma sala de comando central para coordenar e monitorar todas as ações realizadas na cidade para combater o mosquito Aedes aegypti. A decisão foi comunicada durante reunião da Ação Integrada contra o Aedes, que reúne diversos órgãos municipais. O encontro teve também a participação de representantes das Forças Armadas, que a partir de agora reforçarão o trabalho que as secretarias municipais estão realizando, começando com uma ação educativa que deverá colocar nas ruas de Curitiba 3 mil homens do Exército e da Aeronáutica.

“Felizmente a situação em Curitiba está sob controle, graças ao trabalho intenso que temos realizado e à mobilização da comunidade. Mas é necessário um trabalho permanente, e as parcerias são fundamentais”, disse o prefeito. Ele lembrou que o número de denúncias de focos do Aedes aegypti aumentou muito e os profissionais da Prefeitura ainda encontram dificuldade para entrar em alguns imóveis e eliminar os criadouros do mosquito, transmissor de doenças como dengue, zika e chikungunya.

“O Exército nos dará esse apoio, para evitar que os problemas já causados pelo Aedes em outras cidades se instalem também em Curitiba”, enfatizou. O general Flávio Marcus Lancia Barbosa, comandante da Artilharia Divisionária da 5.ª Divisão do Exército, destacou que as Forças Armadas receberam do Ministério da Defesa missão de cooperar com as ações de combate ao Aedes aegypti em todo o Brasil, tanto em caráter educativo como na parte operacional, auxiliando nas vistorias de imóveis.

Em Curitiba, a primeira ação ocorrerá no sábado depois do Carnaval. De acordo com o secretário municipal da Saúde, César Monte Serrat Titton, a ação do dia 13 de fevereiro, com o apoio do Exército, terá o objetivo de promover a conscientização da população sobre os riscos que o mosquito representa. Também serão realizadas vistorias em toda a cidade.

ZIKA - Curitiba confirmou esta semana o primeiro caso importado de zika vírus neste ano. Trata-se de uma mulher, residente na região central de Curitiba, e que esteve há poucos dias no Rio de Janeiro

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

ARAPONGAS 06/12

VICTOR FUGANTI, 94 ANOS

ANTÔNIO JACOMETO, 81 ANOS

GUILHERME GONÇALVES SOARES, 17 ANOS

APUCARANA 05/12

APUCARANA YOSHIMATSU NIKI, 99 ANOS
JOSÉ BECEL, 80 ANOS
SULINA ANTÔNIO DA SILVA, 82

MEGA SENA

CONCURSO ·