Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Viapar e Prefeitura negociam desconto do pedágio

Loading...

ARAPONGAS

Viapar e Prefeitura negociam desconto do pedágio

Prefeito Onofre anunciou negociação em reunião com integrantes do Movimento Tarifa Zero | Foto: Divulgação

A Prefeitura de Arapongas e a Concessionária Viapar, responsável pelo pedágio na BR-369, iniciaram negociações para definir um percentual de desconto para motoristas que usam diariamente o trecho entre Arapongas e Rolândia. A informação foi divulgada ontem pelo prefeito Sérgio Onofre da Silva (PSC), durante reunião com integrantes do Movimento Tarifa Zero. A informação foi confirmada pela Tribuna junto à assessoria de imprensa da Viapar. 

O Movimento Tarifa Zero iniciou mobilização no começo deste ano pedindo isenção da tarifa do pedágio para moradores das duas cidades e também a liberação da Estrada do Ceboleiro, utilizada como desvio do pedágio. No entanto, a mobilização gerou uma “batalha” com a concessionária pelo uso da via rural. A Viapar fechou o acesso à estrada, via Rua Rabilonga-Vermelha, em Arapongas, em duas oportunidades. Logo em seguida, o movimento reabriu o acesso. Na madrugada de quarta-feira, o “Tarifa Zero” impediu novo bloqueio, o que acabou gerando uma confusão no local, que exigiu a presença de policiais militares.

Na reunião com os integrantes do movimento, Onofre disse que o uso da Estrada do Ceboleiro tem entraves jurídicos, em razão de um termo de acordo firmado em 26 de outubro de 2016, na gestão passada, que obriga o município a não autorizar a sua abertura.

No entanto, adiantou que iniciou negociações com a Viapar, propondo a concessão de um desconto da tarifa para pessoas que utilizam diariamente o pedágio, seja para trabalho, estudo ou para tratamento médico entre as cidades de Arapongas e Rolândia. “A Concessionária Viapar já deu parecer favorável à proposta e um termo de acordo deve ser firmado nos próximos dias para então iniciarmos o cadastramento das pessoas que se enquadrem no benefício do desconto”, informou Onofre. A Viapar confirmou as negociações, mas não deu detalhes sobre como funcionaria o desconto, tampouco o percentual que seria concedido. O Movimento Tarifa Zero também não comentou a proposta. 


O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias