Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Residência Multiprofissional promove fórum de avaliação

Loading...

APUCARANA

Residência Multiprofissional promove fórum de avaliação

Evento reuniu cerca de 70 pessoas, entre residentes, preceptores, tutores e coordenadores (Foto – Edson Denobi)

Cerca de 70 pessoas, entre residentes, preceptores, tutores e coordenadores, que há quase dois anos faz a Residência Multiprofissional acontecer em Apucarana, protagonizaram  o 1º Fórum de Avaliação do Programa de Residência Profissional em Enfermagem Obstétrica e Multiprofissional em Atenção Básica e em Saúde Mental. O evento, realizado no Polo da Universidade Aberta do Brasil (UAB), teve como foco a avaliação dos trabalhos.

A discussão foi concentrada em três eixos: a gestão do programa, estrutura organizacional e processo pedagógico. “O objetivo deste fórum foi avaliar nossos programas de residência detectando suas potencialidades e deficiências visando o aprimoramento. É preciso considerar que temos a responsabilidade de contribuir para o processo de formação de profissionais, tornando-os mais preparados para atuar na área da saúde, especialmente no Sistema Único de Saúde”, comentou a coordenadora da Comissão de Residência Multiprofissional (Coremu), enfermeira Francieli Nogueira Smanioto.

Entre os pontos positivos apontados pela avaliação está a constatação de que o programa de residência da Autarquia Municipal de Saúde vem sendo conduzido dentro dos critérios preconizados pelos Ministérios da Saúde e Educação. “Os projetos políticos pedagógicos estão em conformidade com os princípios do SUS e alinhados com as demandas dos serviços em que os residentes estão atuando”, afirma Francieli.

A coordenadora do Coremu acrescenta que o objetivo do fórum foi também levantar proposições que possam ser revertidas em mudanças reais. “Foi proposto, por exemplo, aumentar ações que promovam a integração entre os trabalhos desenvolvidos pelos coordenadores, preceptores, tutores e residentes, bem como ampliar os investimentos na capacitação dos preceptores”, menciona Francieli.
 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias