Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Autarquia de Saúde lança chamamento para exame preventivo do colo do útero  

Loading...

SAÚDE DA MULHER

Autarquia de Saúde lança chamamento para exame preventivo do colo do útero  

Autarquia de Saúde lança chamamento para exame preventivo do colo do útero -Foto – Profeta

Acumulando ao longo dos últimos quatro anos um índice abaixo do preconizado pelo Ministério da Saúde na cobertura do exame Papanicolau (preventivo do câncer do colo do útero), a Autarquia Municipal de Saúde (AMS) lança um chamamento entre as mulheres de 25 a 64 anos para ampliação da prevenção contra a doença.

O exame preventivo é oferecido em todas as 28 Unidades Básicas de Saúde do município pelo menos uma vez por semana. Ainda, em duas ocasiões durante o ano, são disponibilizados atendimentos especiais, como aos sábados e em horários noturnos. Isso acontece normalmente no mês de março e também durante a campanha do Outubro Rosa.

O chamamento da Autarquia Municipal de Saúde reforça nota divulgada na semana passada pela Secretaria da Saúde do Estado (SESA), divulgando o resultado de um estudo que identificou a necessidade de se ampliar a cobertura do exame Papanicolau no Paraná. “Com o exame é possível identificar lesões precursoras de câncer que, quando descobertas nesta fase, tem 100% de chances de cura”, desta a nota da SESA.

O câncer do colo do útero é o terceiro mais freqüente na população feminina do Brasil, com a ocorrência de quase 18 mil novos casos anualmente. No Paraná, em 2015, foram registradas 340 mortes pela doença.

Já em Apucarana, durante 2016, 10 mulheres morreram vítimas do câncer do colo do útero. “Em 2013 foram 8 óbitos; em 2014, 8 óbitos; e 2015, 4 óbitos. Totalizando 30 mortes pela doença em 4 anos”, informa o diretor presidente da AMS, Roberto Kaneta.

Em Apucarana, a razão de 0,45 das mulheres na faixa etária de 25 a 64 anos realizou o exame de colo de útero no ano passado. Um índice abaixo do recomendado pelo Ministério da Saúde, que é de 0,65. Nos três anos anteriores a razão no município foi de 0,55 em 2013; 0,62 em 2014; e 0,56 em 2015.
“É preciso reverter esse quadro. Reforçamos o apelo da SESA para que as mulheres compareçam regularmente UBS do seu bairro para fazer o exame preventivo. Trata-se de um cuidado básico na saúde da mulher. Uma prevenção de uma doença que pode ser curada”, observa Kaneta.

RECOMENDAÇÕES – O Ministério da Saúde, através do Instituto Nacional do Câncer, recomenda que o início da coleta para o exame citopatológico seja aos 25 anos de idade para mulheres que já tiveram ou têm atividades sexuais. Os primeiros exames devem ser realizados com intervalo anual e os periódicos devem seguir até os 64 anos de idade. Para mulheres com mais de 64 anos de idade e que nunca se submeteram ao exame, deve-se realizar dois exames com intervalos de um a três anos.
 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias