Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

"Sogro matou nora após beber em festa junina e ameaçar esposa", diz delegado

Loading...

HOMICÍDIO EM APUCARANA

"Sogro matou nora após beber em festa junina e ameaçar esposa", diz delegado

Delegado José Aparecido Jacovós, chefe da 17ª SDP de Apucarana:

O delegado-chefe da Décima Sétima Subdivisão Policial (SDP), José Aparecido Jacovós, concedeu entrevista coletiva há pouco sobre a elucidação do último homicídio registrado em Apucarana, na madrugada do último domingo (18). De acordo com ele,  Messias Valdevino dos Santos, de 51 anos, foi preso em flagrante sob a acusação de provocar a morte da nora, Ana Paula Domingos, de 32 anos. Ela morreu no domingo à tarde, no Hospital da Providência, após ser ferida com um golpe de faca no abdômen, no Loteamento Sanches dos Santos, na zona norte da cidade. A agressão aconteceu no final da noite do último sábado (17). A princípio ela foi levada por familiares à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas depois precisou ser transferida pelo Samu para o Hospital da Providência em razão da gravidade do ferimento, mas não resistiu. 

"A princípio, alguns familiares, por parte do marido da Ana Paula, relataram que ela teria sido ferida durante suposta tentativa de roubo. Mas as investigações apontaram que Messias bebia com outras pessoas ao lado de uma fogueira, em festa junina, quando em dado momento foi até sua casa, perto dali, e passou a discutir com esposa. Quando a Ana Paula tentou defender a sogra, levou um golpe de faca no abdômen que acabou provocando a sua morte ", detalhou Jacovós.

Agrediu o pai
O delegado acrescentou que o filho de Messias e esposo da vítima agrediu o pai após saber da morte da esposa. "Ao ser preso ele apresentava ferimento no olho esquerdo decorrente dessa agressão. Essa informação foi confirmada pela própria esposa do Messias, mas parte da família errou ao tentar acobertar o crime para livrá-lo da prisão e vai responder por essa fraude", completou Jacovós.

Messias Valdevino encontra-se recolhido ao minipresídio de Apucarana, onde permanecerá à disposição do Judiciário.

Leia mais nas edições impressa e digital de quarta-feira (20) 
da Tribuna do Norte - Diário do Paraná


O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias