Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Prefeito de Apucarana assina decreto que institui a regulação da saúde 

Loading...

ASSISTÊNCIA

Prefeito de Apucarana assina decreto que institui a regulação da saúde 

Prefeito, Beto Preto, e diretor-presidente da AMS, Roberto Kaneta. Foto: Assessoria

O prefeito Beto Preto assinou hoje (5) o decreto que institui o Sistema Municipal de Regulação da Assistência à Saúde de Apucarana.  “Vamos criar uma sala de regulação na Autarquia Municipal de Saúde que irá autorizar todas as consultas, exames e demais procedimentos. Nossa meta é reduzir deslocamentos inúteis dos usuários do Sistema Único de Saúde, com foco num funcionamento melhor no âmbito da saúde”, anuncia o prefeito Beto Preto.

De acordo com ele, o sistema de regulação, vai integrar toda a estrutura da saúde pública, incluindo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), Unidade de Pronto Atendimento (UPA),  Escola da Gestante, Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), Centro Infantil, CTA – NATA, Centro de Especialidades de Apucarana (CEMA), Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) e o Estratégia Saúde da Família (ESF). 

“Nossa prioridade é facilitar o acesso dos usuários do SUS e se preparar para garantir um sistema de saúde mais resolutivo”, frisa Beto Preto. 

O Sistema Municipal de Regulação de Apucarana tem a finalidade de aprimorar o acesso aos procedimentos disponibilizados na Atenção Primária e de Média a Alta complexidade. O resultado prático esperado é significativo como o de evitar perdas (no caso do não comparecimento do paciente na consulta no dia agendado), de organizar as listas de espera por risco e vulnerabilidade, e ainda de reduzir o tempo para realização dos procedimentos, ou seja, o período para o usuário ser atendido fica menor. 

O Sistema Municipal de Regulação será, portando, a única via de autorização, agendamento e controle dos serviços de saúde pública no município. O novo mecanismo será implantado na prática com o início da operação do sistema informatizado para agendamento de exames e consultas, previsto para acontecer dentro de 60 a 90 dias. A implantação do sistema, afirma o diretor-presidente da AMS, Roberto Kaneta, vai acabar com a necessidade do usuário do SUS ir até ao prédio da AMS para agendar consultas e exames.

“O agendamento será feito na própria Unidade Básica de Saúde onde a consulta foi realizada”, explica Kaneta. Assim que o novo sistema for implantado, os profissionais envolvidos no atendimento da atenção básica de saúde, como agentes comunitários de saúde, técnicos, enfermeiros e médicos das UBS passarão aos usuários toda orientação do novo procedimento.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias