Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Júri condena mulher que envenenou filho

Loading...

JULGAMENTO EM APUCARANA

Júri condena mulher que envenenou filho

Foi condenada na noite terça-feira (4), por tentativa de homicídio do próprio filho, a apucaranense Sirlene de Carvalho, de 34 anos. Ela foi condenada a 8 anos de reclusão, em regime semiaberto, pelo crime ocorrido em 2014.

A tentativa de homicídio ocorreu na noite de 17 de maio de 2014, por volta das 20 horas. De acordo com o Ministério Público, Sirlene se trancou com a criança dentro do banheiro e a obrigou a ingerir veneno de rato (chumbinho) misturado com uma bebida. Depois, ela também teria tomado o produto, na tentativa de cometer suicídio. 

Vizinhos conseguiram intervir e fizeram a criança vomitar. Após serem levados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Apucarana, mãe e filho sobreviveram. Segundo a acusação, a mulher cometeu o crime por motivo torpe, para se vingar do pai da criança, e que a ré utilizou recurso que dificultou a defesa da vítima. 

Já a defesa argumentou que a mulher tentou cometer suicídio, mas não teria envenenado a criança. 

O júri foi presidido pelo juiz Oswaldo Soares Neto, titular da 1ª Vara Criminal da Comarca de Apucarana. A acusação ficou a cargo do promotor Eduardo Cabrini. 

A defesa de Sirlene foi feita pelos advogados Rodolfo Mota e Paulo Pavolak.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias