Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Polícia Civil fecha casa de prostituição no bairro 28 de Janeiro

Loading...

APUCARANA

Polícia Civil fecha casa de prostituição no bairro 28 de Janeiro

Polícia cumpriu mandado de busca e apreensão após denúncias. Foto: Rodrigo Almeida

Operação da Polícia Civil deflagrada no fim da tarde desta quarta-feira (8), resultou na prisão de uma mulher suspeita de explorar prostituição, no centro de Apucarana. Segundo informações do delegado José Aparecido Jacovós, chefe da 17ª Subdivisão Policial (SDP), o flagrante ocorreu em uma casa na Rua Antonieta Silva Lautenschiager, no bairro 28 de Janeiro. O imóvel foi interditado e outras três mulheres que estavam no local, que seriam garotas de programa, também foram encaminhadas à delegacia para prestar depoimento.

“A equipe de narcóticos passou a investigar o local após moradores denunciarem um entra e sai de veículos na casa. Foi pedido um mandado de busca e apreensão após vizinhos solicitarem uma investigação porque é um bairro residencial. Os moradores estavam assustados e suspeitavam de tráfico de drogas devido o entra e sai de carros e as festinhas que ocorriam até altas horas da madrugada", informou o delegado-chefe.

Casa era usada para prostituição de mulheres, afirma a polícia. Foto: Rodrigo Almeida

Segundo Jacovós, a polícia foi até o local, mediante mandado de busca e apreensão, e se deparou com uma casa de alto padrão com "mulheres seminuas". No local foram apreendidos cadernos com contabilidade, nomes e contatos de clientes. Ao serem questionadas, as mulheres confirmaram que trabalhavam como garotas de programa e que uma delas seria a "dona do estabelecimento". A suspeita seria responsável de arranjar os encontros sexuais e recebia uma parcela do pagamento. 

“Como manter uma casa de prostituição é crime, a casa foi interditada. É bom ressaltar que a pessoa fazer a prostituição por si só não é crime. É crime explorar a prostituição. Manter uma casa, com garotas que têm que pagar alguém é crime. Promover a prostituição de outras pessoas e obter vantagens com isso é crime”, destaca o delegado.

A mulher apontada como responsável pelo prostíbulo foi presa e as demais encaminhadas à delegacia para serem ouvidas. 

Para saber mais leia a edição impressa desta quinta-feira (9) do jornal Tribuna do Norte. 

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

APUCARANA 21/02

CARLOS FRANCISCO DA SILVA, 57 anos
JECYR MASTRO, 91 anos
DULCINEIA RODRIGUES, 37 ANOS
MARIA DE FÁTIMA DA SILVA, 63 ANOS

IVAIPORÃ
ADON SCHMIDT DE OLIVEIRA, 63 ANOS

JANDAIA DO SUL 21/02

GERALDA GARCIA DE OLIVEIRA, 74 anos
CARLOS ORTIS SANCHES, 63 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1905 · 21/02/2017

29 35 43 54 56 57