Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Câmara vai conceder Título de Méritos Comunitários pelos 70 anos do Hospital da Providência

Loading...

APUCARANA

Câmara vai conceder Título de Méritos Comunitários pelos 70 anos do Hospital da Providência

Mauro Bertoli presidente da Câmara de Vereadores de Apucarana. Foto: José Luiz Mendes

O presidente da Câmara Municipal de Apucarana, vereador Mauro Bertoli (DEM), convocou para a próxima segunda, terça e quarta-feira (06, 07 e 08/02), sessões extraordinárias.

No total, três projetos serão votados ,sendo dois créditos adicionais do Executivo Municipal e o Título de Méritos Comunitários pelos 70 anos do Hospital da Providência no município. A honraria foi proposta pelo vereador Mauro Bertoli. A  formalização da entrega do título deve ocorrer em sessão solene no plenário da Câmara, em 17 de fevereiro.

Histórico do “Providência”
Quem passa pelo cruzamento da rua Rio Branco com a Nagib Daher, nem imagina que por trás do único hospital de Apucarana há 70 anos de uma rica história de dedicação, desafios e  comprometimento das Irmãs Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo. Tudo começou em 1947 como uma instituição particular, o Hospital Santa Terezinha. Este, em 1953, passou a ser administrado pela gestão municipal e intitulado Irmandade Santa Casa de Misericórdia de Apucarana.  

A chegada das Irmãs Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo aconteceu em 1956 e marcou a administração do Hospital da Providência como é atualmente, com a primeira supervisora, Irmã Tereza Araújo. As Irmãs também trabalhavam como enfermeiras, nutricionistas, fisioterapeutas e outras ocupações.

Somente em 1970, a pedido do Bispo Dom Romeu Alberti, que a Província Brasileira da Congregação das Irmãs Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo recebeu a proposta e aceitou a missão de assumir o hospital que passava por grande dificuldade financeira na época. Através de uma doação da gestão municipal, as Irmãs se tornaram administradoras da unidade e a denominou Hospital da Providência, seguindo uma sugestão feita por Dom Romeu. 

A primeira diretora geral, após a Província assumir a administração, foi Irmã Cecília Mozer, que atualmente vive em Araucária. Sua gestão foi entre 1970 e 1974. Em 1975 assumiu a direção a Irmã Terezinha Tokaski que investiu em organização e planejamento dos serviços. Irmã Izilia Folador, em sua gestão nos anos de 1980 a 1990, marcou a trajetória do “Providência” com a retomada de obras de expansão, reformas de setores e modernização. 

Administrado pelas Irmãs Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo 
O Hospital da Providência segue administrado pelas Irmãs Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo e mantêm os valores de ética, formação profissional, sustentabilidade, empatia, humanização e amor ao próximo, integridade, diálogo, sinergia, comprometimento e qualidade.   Aprimoramento dos Serviços A UTI, reinaugurada em 1999, foi projetada com recursos arquitetônicos que proporcionam maior conforto ambiente, como iluminação natural. 

Em 2006 com o encerramento das atividades do antigo Hospital Santa Helena, a pedido da gestão municipal, o “Providência” deu sequência ao serviço hospitalar materno-infantil e criou o Hospital da Providência Materno Infantil para atendimento pediátrico e obstétrico. Em 2007 foi iniciado os serviços do Centro de Oncologia com atendimento ambulatorial em especialidades, cirurgias, infusão de tratamento de combate ao câncer. 

Em 2014 o Hospital da Providência iniciou o Programa de Residência Médica que atualmente oferta quatro especialidades para profissionais já graduados em medicina. Em 2016 foi anunciado o projeto de construção da nova maternidade para abrigar o atendimento prestado pelo Hospital Materno Infantil no mesmo prédio do “Providência” e a Secretaria de Estado de Saúde anunciou investimento para custear a obra.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias