Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

 Mutirão elimina criadouros do Aedes em Apucarana (PR)

Loading...

 Mutirão elimina criadouros do Aedes em Apucarana (PR)

Agentes redobram trabalho nos municípios afetados no Paraná (Foto: TNOnline)

Centenas de criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika vírus e febre chikungunya, foram eliminados nesta semana na Vila Reis, jardins Marissol e Colonial, vilas Regina e Nova, e Núcleo Adriano Correa, no município de Apucarana (norte do Paraná. Os trabalhos envolveram servidores da Autarquia Municipal de Saúde e da Secretaria de Serviços Públicos, além de 120 homens do 30° Batalhão de Infantaria Mecanizado (BIMEc). Houve ainda coleta de materiais que pudessem acumular água e permitir a proliferação do mosquito.

O diretor do Departamento de Vigilância em Saúde, veterinário Agnaldo Aparecido Ribeiro, avaliou como positiva a segunda etapa do Mutirão de Erradicação de Focos de Proliferação do Mosquito e Descontaminação. “Mesmo com o tempo nublado e alguns momentos de garoa, os trabalhos realizados pelas equipes da Autarquia Municipal de Saúde e de militares do 30 BIMEc apresentaram resultados positivos, pois centenas de criadouros foram eliminados nos seis bairros”, considerou Ribeiro. O único entrave, acrescentou ele, foram os imóveis fechados, pois os residentes haviam saído para o trabalho e não havia outros moradores para permitir o acesso dos agentes.

Já o diretor presidente da AMS, Roberto Youiti Kaneta, conclamou a população a continuar mobilizada no combate ao mosquito Aedes aegypti. “O Poder Público realiza a sua parte, com um trabalho constante de visitas em residências e terrenos baldios, eliminando os focos do mosquito. Mas a população tem papel fundamental no combate ao inseto, realizando vistorias diárias em suas casas e no quintal. Não mais que 15 minutos são suficientes para eliminar os criadouros”, manifesta Kaneta.

RECEPTIVIDADE - A dona de casa Terezinha Aparecida da Silva, moradora do Núcleo Adriano Correa, abriu sua casa para a visita dos militares e agente de combate a endemias, fazendo questão de mostrar como o local estava bem cuidado. Mas, durante a vistoria, uma surpresa: um pequeno pedaço de plástico acumulava água e já era possível ver as larvas do mosquito. “A gente cuida tanto e um descuidinho aparece o mosquito”, disse ela. Outra moradora do bairro, Vanderlice Natalina Seleguin Pereira, afirma que todos os dias dispensa 15 minutos de seu tempo para verificar a casa e o quintal, para manter tudo organizado. Residente há 30 anos no local, ela procura manter tudo organizado. “Cada um tem que fazer a sua parte”, salienta a dona de casa.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

ARAPONGAS 19/01

FUYUKO ITO KOGA, 96 ANOS 
LEONIDIO NEVES DE CARVALHO, 35 ANOS

APUCARANA 19/01

ANA GERALDA DE JESUS, 81 anos

VANDERLI AURINO DOS SANTOS, 67 anos

MEGA SENA

CONCURSO 1895 · 18/01/2017

02 03 05 10 15 34