Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Ex-presidiário e menor de Apucarana são detidos na fronteira com droga e pistola

Loading...

FLAGRANTE DE TRÁFICO

Ex-presidiário e menor de Apucarana são detidos na fronteira com droga e pistola

Maconha apreendida totalizou mais de cinco quilos - Foto: PRF

Três jovens (dois deles de Apucarana) foram detidos na região de Guaíra (oeste do Paraná), na fronteira do Brasil com o Paraguai, com maconha e uma pistola de uso restrito. A detenção ocorreu depois que policiais Rodoviários Federais (PRF) em trabalho conjunto com o Batalhão de Polícia de Fronteira (BPFron), abordaram na BR 272, um ônibus que seguia de Guaíra para Maringá. A informação foi confirmada nesta sexta-feira (12) pela PRF. Policiais informaram que ele seria membro de uma facção criminosa. Dois dos detidos reside em Apucarana e  o outro em Cambira (norte do Estado).

Durante vistoria no coletivo os policiais localizaram uma mochila com sete tabletes pesando 5 quilos e 160 gramas de maconha. A bagagem estava com do adolescente L.S.S., de 16 anos, morador em Apucarana. Com ele a equipe policial apreendeu ainda uma pistola calibre 765 com numeração raspada e seis munições.

Os policiais apuraram ainda que Bruno de Souza Daniel de 28 anos, residente no Conjunto Sumatra, na região leste de Apucarana (norte do Paraná), e André Luiz de Assis Baptista, 29, não possuíam bagagens, o que levantou suspeita. 

Questionados sobre o motivo da viagem os rapazes entraram em contradição. Em seguida eles acabaram afirmando que os três ( o menor, Bruno e André foram juntos até a cidade de Guaíra em um Ford/KA de cor branca, que possivelmente possa ter sido trocado pela droga e pistola. O veículo foi localizado momentos mais tarde.

Pistola apreendida estava com a numeração raspada e municiada - Foto: PRF

Diante dos fatos foi dada voz de prisão a Bruno de Souza Daniel e André Luiz de Assis Baptista, além de voz de apreensão ao adolescente, que foi trazido até a fronteira para carregar a droga e a arma, de modo que os maiores ficassem impunes, conforme boletim divulgado pela PRF.

PCC - Eles deverão responder por porte ilegal de arma de fogo e Tráfico de Drogas. Todos foram conduzidos à 13ª DRP de Guaíra. Conforme a Polícia Civil, Bruno de Souza Daniel, de Apucarana, havia deixado a´prisão no final do ano passado e supostamente seria integrante da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias