Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

As muitas faces de Maria e José em acervo iconográfico no Norte do Paraná

Loading...

RELIGIOSIDADE

As muitas faces de Maria e José em acervo iconográfico no Norte do Paraná

Qual é imagem do rosto de Maria e José, personagens centrais do Novo Testamento, que vem à sua mente quando são mencionados? É bem provável que os traços europeus deem a forma num primeiro momento, porém o Centro de Espiritualidade Josefino-Marelliana de Apucarana apresenta cerca de seis mil releituras dos pais de Jesus Cristo, o salvador do mundo, segundo a doutrina cristã. As iconografias são reproduções de quadros e obras de diversos cantos do mundo e suas mais diferentes interpretações de Maria e José. Não é raro encontrar os personagens bíblicos com traços negros, asiáticos e indígenas. O acervo iconográfico faz parte de uma exposição permanente e pode ser visitado pelo público.  

O espaço é fruto de quatro anos de pesquisa e garimpagem de imagens pelo padre José Antônio Bertolin, um dos principais estudiosos da Teologia de São José no Brasil. “A iniciativa surgiu pelo fato de termos em Apucarana um centro de estudos sobre a teologia de São José. É o único do gênero no Brasil. No mundo, existem apenas três outros centros de estudos dedicados a São José”, afirma.  Ele complementa que o projeto faz parte de sua missão religiosa. “A minha congregação é a Oblatos de São José e tem como carisma uma das vertentes divulgar a pessoa e missão de São José. Isso faz parte da nossa identidade”, destaca. De acordo com o religioso, outro motivo crucial que o levou a dedicar um espaço exclusivo aos pais de Jesus no Centro de Espiritualidade foi “aproximar” Maria e José. “Queria unir José com Maria, fazer as duas realidades, porque São José não está separado de Nossa Senhora nem Nossa Senhora de São José. Os dois formam um casal, uma família”, argumenta.  

O espaço é fruto de quatro anos de pesquisa e garimpagem de imagens - Foto: Delair Garcia


Em maio deste ano, a exposição completa três anos. “A exposição iconográfica surgiu justamente com a finalidade de dar suporte ao centro de espiritualidade. E também porque se evangeliza por meio da arte. Aqui nós temos milhares de ícones que espelham aspectos da vida ou missão de Maria ou José”, comenta.  A primeira parte da exposição foi feita com 1590 imagens de São José. “Essas iconografias são fruto de encontros e exposições internacionais que participei e também de reprodução de sites na internet”, revela. Depois vieram 4.246 iconografias de Maria e 164 fotos de lugares marellianos e da pessoa de São José Marello. Em cada imagem tem uma breve explicação sobre o local de origem da iconografia e a data em que foi confeccionada.


Centro é um dos três do  mundo dedicados ao santo

O Centro de Espiritualidade Josefino-Marelliana, dirigido pelo padre José Antônio Bertolin, que conduz os estudos religiosos na instituição, foi fundado em 2000, ano que a Igreja São José passou a ser denominada santuário.  O religioso faz questão de assinalar que, além do centro apucaranense, existem apenas três centros de teologia de São José no mundo. “O mais atuante está em Valladolid, na Espanha, que já existe há cerca de 40 anos. É guiado pelos padres carmelitas. Na Cidade do México, no México, também temos outro. E um em Roma, na Itália”, enumera.  Entretanto, Bertolin frisa que o centro de Apucarana é o responsável pelas publicações em Língua Portuguesa.

“A cada três meses fazemos uma revista de estudos sobre São José que é espalhada pelo Brasil”, diz. E cada três anos acontecesse em Apucarana um congresso de Teologia Josefina. “Recebemos aqui teólogos, que desenvolvem este tema, de vários estados”, afirma.  Ele sublinha que várias pessoas de outras cidades, estados e até países ligam pedindo informações sobre o centro de espiritualidade. Alguns, inclusive, vem para pesquisar sobre a vida de São José.

Além de fonte de estudos e evangelização, o religioso argumenta que o espaço também complementa o turismo religioso no município. “Também não podemos nos esquecer que as exposições retratam, além do aspecto religioso, a arte sacra. Várias das reproduções contidas aqui se encontram em grandes museus da Europa”, assinala.

Centro de Espiritualidade Josefino-Marelliana de Apucarana apresenta cerca de seis mil releituras dos pais de Jesus Cristo, o salvador do mundo - Foto: Delair Garcia



Raridades chamam a atenção de visitantes  

A secretária Executiva do Centro de Espiritualidade Josefino-Marelliana, irmã Silmara Ferreira, revela que as exposições guardam verdadeiras raridades da arte sacra. Algumas reproduções poderiam ser vistas, além de sites na internet, somente em grandes museus como o National Gallery of Art, em Washington, nos Estados Unidos, Museu do Louvre em Paris, na França, Museu Del Prado, na Espanha, entre outros.  Além dos museus, lugares famosos pelas aparições de Maria também podem ser vistos nas iconografias.

Entre as imagens mais curiosas e, ao mesmo tempo, diferentes, a religiosa cita Nossa Senhora da Humildade, Nossa Senhora dos Abortados e Nossa Senhora dos Montes das Formigas. Já entre as mais conhecidas estão Nossa senhora do Perpétuo Socorro, Nossa Senhora Aparecida, Nossa Senhora de Lourdes, Nossa Senhora de Guadalupe, entre outras.  Irmã Silmara revela que o espaço é visitado diariamente por católicos e pessoas de outras denominações religiosas. “Têm pessoas que não são católicas, mas vêm conhecer as imagens e saber mais sobre sua origem”, diz. Para isso, todo o acervo está organizado por temas e contém uma breve descrição, que ajuda a entender a mensagem pretendida pelo artista. Os visitantes são locais e até de outras cidades, segundo a religiosa.   

Padre Bertolin mostra imagem peculiar - Foto: Delair Garcia



Fiéis relatam presença de Maria e José em suas vidas 

A enfermeira Carla Aparecida de Oliveira, 35 anos, a comerciante Leliane Débora de França Lopes, 46, e auxiliar de cartório Fabiana Bobig de Oliveira, 32, não escondem a devoção por Nossa Senhora e por São José, e são  visitantes assíduas do Centro do Centro de Espiritualidade Josefino-Marelliana.  Carla confidencia que consegue sentir a presença e a intercessão de Maria e José em sua vida diariamente. Um episódio marcante, segundo ela, aconteceu quando a sua mãe, de 72 anos, teve um Acidente Vascular Cerebral (AVC) em 2012. Filha única, ela ficou com medo de ter que deixar o emprego para cuidar da mãe.

Na época, Carla ainda estava na faculdade. “Orei pedindo ajudando e Deus, através da intercessão de Nossa Senhora Aparecida e São José, foi enviando amigos que me ajudaram a cuidar da minha mãe”, recorda. Ela também comenta que a recuperação de dona Aparecida foi surpreendente. “Foi um milagre”, resume Carla. Por esses e outros motivos, Carla sempre visita o espaço. Nascida em berço católico, Leliane revela que sua devoção à Maria começou há 15 anos, após um encontro pessoal. Depois desta data, a comerciante passou a ser devota e não pensa duas vezes antes de pedir o auxílio da mãe de Jesus. E ela garante que sempre que pede é ouvida. Para a comerciante, a exposição relata toda a história de Maria.

“Encontramos aqui títulos que tiveram origem em passagens importantes da vida e Maria, como a anunciação e o nascimento do menino Jesus, aparições e também virtudes de Maria”, comenta. Já para Fabiana, que também tem inúmeros relatos da intercessão de Maria em sua vida, as imagens expressam exemplos deixados por Maria, como a caridade e a humildade. “Ao entrar aqui, sinto uma grande paz. Estou diante de várias mães, mas todas são uma só: Maria”, diz a auxiliar de cartório que tem um carinho especial por Nossa Senhora de Guadalupe.  

Centro de Espiritualidade Josefino-Marelliana

Endereço – Rua Arthur Bernardes, 600 
Horário de visitação - De segunda a sexta-feira, das 13h30 às 17h30, e todos os quartos domingos do mês, das 15h30 às 17 horas. 
Mais informações – (43) 3033-1898

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas Notícias

OBITUÁRIO

ARAPONGAS 06/12

VICTOR FUGANTI, 94 ANOS

ANTÔNIO JACOMETO, 81 ANOS

GUILHERME GONÇALVES SOARES, 17 ANOS

APUCARANA 05/12

APUCARANA YOSHIMATSU NIKI, 99 ANOS
JOSÉ BECEL, 80 ANOS
SULINA ANTÔNIO DA SILVA, 82

MEGA SENA

CONCURSO ·